Cicles Hoffmann

Blog Archive

Breaking

Recent In Internet

Recent Post

LightBlog
Adbox

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Fonte: VO2 Bike - Escrita por Daniel Balsa

Falar sobre cadência ideal no ciclismo ainda gera um pouco de controvérsia, principalmente quando confrontamos diferentes gerações. Escolas mais tradicionais, que guardam resquícios da era Eddy Merckx, tinham como mais eficiente a pedalada “mais travada”, que envolve mais força e menos giro. Já a nova geração pós-Lance Armstrong viu se tornar popular o método de pedalar em uma cadência mais alta, fazendo menos força — atualmente o mais utilizado, tendo como adeptos nomes como Chris Froome, Mark Cavendish e Alberto Contador. Mas afinal, qual o ritmo ideal quando falamos de cadência no pedal? Para ajudar a responder a essa pergunta, conversamos com Antonio Marcio Domingues Ferreira, treinador e diretor de ciclismo de pista da Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro.

Por que aumentar a cadência no pedal? 

Ao aumentar a cadência, o ciclista consegue manter uma velocidade alta sem ter que fazer muita força, o que acaba por poupar a musculatura. Para manter uma cadência mais alta, no entanto, é necessário um maior aporte de sangue e oxigênio para a musculatura, o que exige mais do condicionamento cardiorrespiratório. Isso poderá causar um certo desconforto para quem não está acostumado no início, mas a adaptação pode ser feita com treinos específicos.

Como treinar o aumento da cadência?


Tiros curtos, com cerca de 30 segundos, com marchas leves e giro máximo — inclusive podem ser feitos no rolo. Optar por marchas mais leves durante as pedaladas e procurar se concentrar na técnica (no movimento redondo da pedalada) também são importantes. Sempre que encararuma subida, deixe a marcha mais leve para aumentar/manter a cadência. Não se esqueça também de pedalar em descidas não muito íngremes colocando marchas mais pesadas para manter a cadência e aumentar a velocidade.

Qual a cadência ideal?

Essa é uma variável muito pessoal, baseada na capacidade de girar mais ou menos de cada ciclista. Alguns terão mais facilidade em girar mais com marchas mais leves para atingir uma determinada potência que outros alcançarão mais fácil girando menos com marchas mais pesadas. O alemão Jan Ullrich, por exemplo, era um que escalava bem pedalando totalmente “travado”. A cadência ideal, portanto, terá de ser verificada com a prática nos treinos.

A forma da pedalada influencia a cadência?

Quanto mais redonda for a pedalada, mais fácil será manter uma cadência alta. Mountain bikers possuem excelente técnica de pedalada, devido ao fato de permanecerem sentados ao encarar subidas íngremes cheias de pedras e cascalhos para manter a estabilidade da bike. Assim, conseguem aplicar melhor a força durante todo o ciclo da pedalada. Escalar sentado na bike e pedalar de MTB são portanto, boas dicas para melhorar a técnica.

Escrita por Daniel Balsa
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário