Biketech Floripa

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Nesta última quinta feira, 23/02/17, finalmente foi firmada uma ótima parceria entre a CICLES HOFFMANN e o site Pedala Floripa.

Cicles Hoffmann é uma das mais tradicionais lojas de bicicletas, equipamentos e acessórios para ciclismo de Santa Catarina e este é um dos motivos que faz com que esta parceria seja muito importante para o site Pedala Floripa.

Declaração do Gean Hoffmann, logo após o acerto da parceria:

"Parceria fechada com o grande amigo Audálio! Através do site Pedala Floripa, o Audálio vem incentivando e motivando os ciclistas, divulgando eventos, dando dicas e etc...
A Cicles Hoffmann tem orgulho em apoiar boas iniciativas! Bem vindo ao time Audálio!"

A parceria, além de ser muito boa para os dois, Cicles Hoffmann e Pedala Floripa, ainda resultará em boas novidades para todos os ciclistas! Em breve Novidades!

A Cicles Hoffmann vende bicicletas de várias marcas, peças, acessórios e vestuário, além de contar com Serviços diferenciados para cuidar da sua bike!
Variado tipos de Bicicleta


Contamos com uma oficina moderna, utilizando ferramentas Park Tool e lubrificantes Finish Line.
Nossa equipe é composta por profissionais especializados para toda linha de bicicletas, prestando um serviço de qualidade e confiança.
Nossos profissionais estão preparados para dar o suporte ideal para sua bicicleta desde a limpeza até os serviços mais complexos como manutenção em cambio eletrônico e manutenção em suspensão.


Caso queira conhecer um pouco mais sobre a Cicles Hoffmann, clique aqui.

CONTATOS
. Fone: (48) 3244-1414
. SITE
. Facebook
. Instagram: @cicles_hoffmann
. Endereço: Rua Cândido Ramos, 261 - Capoeiras, FlorianópolisSC. CEP: 88090-800

Venha nos fazer uma visita ou aproveite a opção de comprar direto em nossa Loja Online.

O Circuito Costa Verde & Mar traz a possibilidade de conhecer de bicicleta um dos mais recortados e belos litorais do país. Passa ainda por tranquilas cidades do interior, com matas preservadas e rios com belas cachoeiras.

É o primeiro circuito de cicloturismo do Brasil a abranger uma região do litoral. E, ao mesclar trechos de litoral com o interior, oferece uma grande diversidade cultural e de paisagens. O roteiro passa ainda por pontos turísticos de destaque nacional e locais de incomparável beleza cênica.

Praias badaladas alternam-se com outras desertas e rodeadas pela verde mata atlântica. Entre uma praia e outra, estão os morros, que dão o desafio da viagem e também oferecem visuais magníficos. De colonização principalmente açoriana, o litoral guarda fortes traços culturais portugueses, expressos principalmente nos festejos e na culinária. No interior, a paisagem dos arrozais e as casas de madeira dão o tom da viagem. São marcantes aqui outras influências culturais, notadamente a alemã e a italiana.


Ao percorrer o circuito, o cicloturista passará por 10 municípios, sendo sete no litoral: Balneário Piçarras, Bombinhas, Itapema, Itajaí, Navegantes, Penha e Porto Belo e mais três no interior: Camboriú, Ilhota e Luíz Alves. Num total de 270 km, o percurso dá preferência a estradas de terra e vias urbanas, evitando ao máximo as estradas asfaltadas.

Depois de realizada a viagem, caso o cicloturista queira receber seu certificado, basta enviar para o email citmar@amfri.org.br imagens que comprovem a passagem do cicloturista pelos 10 municípios. Pode ser nos totens, nos parceiros ou nos pontos turísticos da Região.

Fonte e maiores informações Costa Verde e Mar - Cicloturismo


sábado, 25 de fevereiro de 2017

7°BPM recebe doação de seis bicicletas a serem utilizadas no policiamento ostensivo diário em São José

Fonte: Polícia Militar de SC  por: Agente Temporária Amanda Mazzuchetti Lamim

Fotos: divulgação Polícia Militar de SC

Na tarde de quinta-feira, 23, uma solenidade oficializou a doação e entrega de bicicletas para serem utilizadas no policiamento ostensivo do 7° Batalhão de Polícia Militar (BPM), em São José.

O policiamento ostensivo com bicicleta, conhecido como bike-patrulha, possibilita ao policial militar a interação com a comunidade, garantindo ainda a presença da Polícia Militar em áreas onde não é possível o policiamento com carros ou motos.


Sensibilizada com a necessidade do emprego de bicicletas no policiamento ostensivo diário em São José, a empresa “Soul Cycles” resolveu realizar a doação de seis bicicletas, modelo Ace Disc, para o 7°BPM.




A cerimônia contou com a presença do comandante da 11ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, do comandante do 7º BPM, tenente-coronel Fernando André da Silva, do representante da empresa "Soul Cycles", Flávio Henrique Borges, e do representante da empresa Bike Tech Floripa, Erni Meira.



Da esquerda para a direita: tenente-coronel Fernando André da Silva, Erni Meira
Flávio Henrique Borges e coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior

As referidas bicicletas serão utilizadas no Policiamento Ostensivo Diário, atuando em duplas, nas principais vias do município do São José.











Foto: TrilhasBR
Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

Foto: TrilhasBR

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017


Na  sexta-feira de carnaval, 24/02, o Bloco da Massa Crítica se reúne para uma massa crítica carnavalesca. Vista sua fantasia, chame seus amigos e familiares, e vamos juntos reivindicar por melhores condições para os transportes alternativos. 

O que é massa crítica?
A massa crítica é uma celebração da bicicleta como meio de transporte que ocorre em mais de 300 cidades ao redor do mundo. Ela acontece quando dezenas, centenas ou milhares de ciclistas se reúnem para ocupar seu espaço nas ruas e criar um contraponto aos meios mais estabelecidos de transporte urbano.

O que queremos?
Mais segurança, mais ciclovias, mais respeito e principalmente mais amor.

. Data: 24/02/2017 (sexta-feira)
. Local da Concentração e do Início da Bicicletada: pista de skate em frente ao Shopping Iguatemi, na Trindade
. Horários:
  - Concentração a partir das 18:00
  - Início da pedalada: às 20:00
. Percurso:  vamos passar em lugares críticos de Florianópolis.

A presença de todo mundo é mais do que necessária. É crucial.
Vamos pedalar e festejar! :)



Pessoal, 

Foi iniciada uma campanha no Kickante (site de financiamento coletivo) para lançar o primeiro capacete inteligente para bikers aqui no Brasil. 

Você poderá acessar a campanha clicando neste link.

Veja abaixo detalhes sobre este surpreendente capacete inteligente!




A Nexspace nasceu em 2013 de uma paixão por tecnologia em que queríamos encontrar os produtos que resolvessem problemas e que pudessem facilitar a vida das pessoas. 

Então em 2016 conhecemos a Livall, uma empresa que desenvolveu o primeiro capacete inteligente do mundo para trazer muito mais segurança e estilo para suas pedaladas.

E pensando nisso, que gostaríamos de compartilhar com vocês este produto e temos certeza que irá te surpreender.


Já pensou em pedalar com música sem necessidade dos fones de ouvido?
Quando estiver pedalando em grupo, o microfone e bluetooth speaker permitirá que ciclistas se comuniquem uns com os outros atraves do walkie-talkie.

Livall adicionou 3-axis G-sensor ao capacete para assegurar de que receberá ajuda a tempo em caso de uma queda da bike. O sensor sente uma aceleração diferente de gravidade e emite um sinal de emergência no capacete e mensagens de emergência serão enviadas automaticamente para seus contatos.

Atenda ao telefone, faça ligações e encerre chamadas através do controle.

Esteja seguro enquanto pedala no trânsito de sua cidade...
O capacete vem com luzes de LED que servirá para indicar a direção. As luzes te tornarão mais visíveis facilmente e isso te deixará bem mais seguro.

O controle Bling Jet pode ser encaixado ao guidão da bike, assim fica bem mais fácil para que você continue as pedaladas sem precisar fazer tantas paradas e além disso se manter concentrado ao seu destino.

Eternize sua pedalada...
A função tirar fotos do controle BLING te permite com facilidade tirar fotos e gravar vídeos com seu celular e armazena-los no aplicativo da LIVALL (Livall Riding app). Você pode rever isso sempre e compartilhar seus momentos.

Livall sensor nano CADENCE:
Com o sensor encaixado na pedivela do pedal da sua bicicleta, o aplicativo te dará a cadência do seu ciclismo, e com base nisso a sua velocidade, distância percorrida e calorias queimadas. Ao ver os números subir seu desempenho aumentará! 

O aplicativo LIVALL Riding App também pode mostrar taxa de inclinação, altitude e freqüência cardíaca quando você conectar dispositivos de extensão designados ao seu telefone.

Para mais informações sobre o capacete, bem como modelos disponíveis, preços e sorteio, clique aqui.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Fonte: VO2 Bike escrita por Gustavo Figueiredo

Antigamente, comprar uma Mountain bike ou um novo grupo de marchas era relativamente simples, afinal, todos os fabricantes apostavam na relação com três coroas para suprir o pequeno número de pinhões disponíveis. Todavia, com o avanço da tecnologia, hoje contamos com  grupos de até 11 pinhões traseiros, abrindo caminho para o uso de duas ou até uma coroa. Por isso selecionamos algumas dicas básicas para ajudar você na escolha da melhor relação de marchas para MTB conforme o seu tipo de pedal.


Cassete
Via de regra, quanto menor o número de coroas, maior deve ser a amplitude do cassete, que é a diferença entre a marcha mais leve e a mais pesada. Em coroas triplas, por exemplo, cassetes 11-36 e até 11-32 são bastante comuns. 

Já nas coroas únicas, encontramos cassetes com pinhões que vão de 10 até 42 dentes.

Todavia, mesmo com mais marchas, cassetes com intervalo maior costumam apresentar uma diferença maior entre seus pinhões, dificultando a manutenção da cadência perfeita.


Eficiência fisiológica
Quando o assunto é cadência, seu corpo tem uma janela de trabalho que deve ser respeitada. Algumas pessoas toleram bem grandes variações de rotação, já outras terão melhor desempenho em uma faixa mais estreita de giros. Para saber isso, basta reparar se você troca de marcha constantemente sempre em busca da rotação ideal ou não. Se você vive “caçando marcha”, talvez seja melhor optar por duas ou três coroas e um cassete de menor amplitude.



Terreno e força
Subidas muito íngremes e descidas em estradão são apenas duas situações em que o uso de uma coroa apenas pode não ser a melhor opção, principalmente se você não tiver pernas para empurrar uma marcha mais pesada morro acima. Se o seu pedal incluir muitas variações de terreno, opte por duas ou mais coroas.


Simplicidade
A grande vantagem da coroa única é a simplicidade. Em provas de cross country, por exemplo, esse tipo de sistema dispensa as lentas e imprecisas trocas dianteiras, algo extremamente útil quando encontramos uma subida super inclinada logo depois de uma curva fechada em descida. Nesse tipo de situação, trocar da coroa grande para a pequena é muito mais difícil do que simplesmente subir várias marchas no cassete.


Amplitude
Embora em duas ou mais coroas haja o problema do cruzamento das marchas, que sempre deve ser evitado, elas oferecem maior variação entre a marcha mais leve e a mais pesada. Na imagem abaixo, representamos esse conceito graficamente. 

Se você utiliza duas ou mais coroas atualmente, faça o seguinte teste: com base no gráfico abaixo, simule a marcha mais leve e a mais pesada que você teria utilizando apenas uma coroa. Se completar o pedal sem muitas dificuldades, talvez eliminar o câmbio dianteiro seja uma boa opção.


Opinião do Biker
Acredito que a definição de qual relação deva ser usada também depende muito de como você utilizará a bicicleta: se o uso é mais urbano, recomendaria ter no mínimo 2 coroas, preferencialmente 3, para se ter marchas para todas as situações, sem grandes variações (no mínimo 2x10 ou 3x8; coroa x cassete).

Por outro lado, se a intenção é treinar forte e/ou competir, considere usar 1x10 ou 1x11, mas, para isso, lembre-se que nas subidas e descidas íngremes seu esforço será bem maior (atletas TOPs)! A 2x10 e a 2x11 também têm sido muito utilizadas e vindo em várias bikes de competição atualmente.

Até hoje utilizei bikes MTB com 3 coroas (3x7, 3x9 e 3x10), sendo que a relação 3x10 para mim é muito boa tanto no dia a dia, como nas competições onde participo.

Relação 3x9

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017


Boa notícia para quem quer fazer a Volta à Ilha, mas não consegue fazer em um só dia...

Foi liberado para o nosso o evento a utilização de toda a estrutura do Camping do Rio Vermelho, bom né? 


Agora, além de oferecer a opção de Camping para todos, ainda podemos criar uma nova categoria, a V. I. B. em dois dias!!!!


Veja mais informações abaixo e/ou na página do Evento no Facebook


. Data: 22/04/2017
. Local: Florianópolis-SC
. LARGADA: 06:00
. Organização: Espírito Livre - Caçadores de Aventura


DOIS DIAS PARA FAZER O VOLTA À ILHA?

SIMMMMMMMM!!!!! :)

Quem desejar fazer a 7ª V. I. B., em duas etapas, pernoitando no Camping do Rio Vermelho, com toda a infra estrutura e segurança, terá esta opção.


Já está garantido a utilização daquele espaço, local onde será o nosso almoço de sábado.


IMPORTANTE FRISAR:

. É UMA NOVA CATEGORIA, o evento continua com a opção principal que é apenas no sábado, por favor, não pensem que todos terão que fazer em dois dias, que fique claro.
  1ª CATEGORIA - 7ª V. I. B. Floripa 2017 no dia 22/04
  2ª CATEGORIA - 7ª V. I. B. Floripa 2017 nos dias 22/04 e 23/04
. Quem desejar fazer na segunda categoria deve preencher o formulário neste link.
. Deverá trazer sua própria barraca e roupas que deverão ser entregues na largada e o Espírito Livre se encarregará do transporte até a área de Camping.
. Haverá uma taxa adicional pois no domingo será necessário uma nova estrutura.

LINKS ÚTEIS
. Evento no Facebook
. [Pedala Floripa] Volta à Ilha de Bike - Floripa 2017
. [Ticket Agora] VOLTA À ILHA DE BIKE - FLORIPA 2017

CLIQUE AQUI para se inscrever

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Para vc que tem uma ou mais bikes ou conhece quem tem!!! :)

Nesta entrevista, ao vivo, exibida em 2015 pelo Jornal Bom Dia SC da TV RBS, o comandante da PM de Florianópolis sugere a utilização do aplicativo Bike Registrada que a própria PM já estaria utilizando (veja mais aqui), para recuperar e entregar, aos verdadeiros donos, as bicicletas furtadas/roubadas!

Lembrando que o Registro é Gratuito!

Biker, ajude a PM a Nos ajudar!





domingo, 19 de fevereiro de 2017

O Desafio das Estações de Mountain Bike 2017 será realizado em forma de maratona em estradas do interior abrangendo cidades do Vale Europeu.

A primeira etapa acontecerá em 19/03/2017, na cidade de Indaial/SC. 


. Data: 19 de março de 2017 (domingo)

. Horário: 8:00 às 15:00
. Local: Parque José Hardt - Indaial/SC
. SITE OFICIAL
Evento no Facebook

INSCRIÇÕES
Até 01/03/2017 – R$ 95,00* por atleta.
. De 02/03/2017 até 10/03/2017 – R$ 115,00* por atleta

*Incluso kit com brindes e taxa de inscrição


CLIQUE AQUI para se inscrever

Para mais informações, clique neste link.

O Velotour Vale Europeu (neste link), faz parte do Clube de Cicloturismo do Brasil que realiza eventos, promove cicloviagens e disponibiliza importantes e úteis conteúdos para os cicloturistas!

Clube de Cicloturismo do Brasil
- Eventos: Viagens, encontros, reuniões e palestras promovidos pelo Clube de Cicloturismo do Brasil. 
- Cicloviagens: Circuitos, mapas, tracklogs, planilhas para você escolher um roteiro e ir viajar de bicicleta. 
- Artigos: Grande coletânea de artigos sobre tudo que está relacionado às bicicletas e ao cicloturismo.
- Manual: Um manual de dicas completo: Preparativos, Bicicleta, Equipamentos, Saúde e Pedalando.
- O Clube: Saiba quem somos, o que nos motiva, nossas ações, como participar e entrar em contato.

O que é Velotour
. É uma viagem de bicicleta em grupo. No Velotour cada participante é autônomo, isto é, carrega seus próprios pertences e tudo o que for precisar durante a viagem. Deve levar ferramentas, seu alimento e água, pertences em geral, pois não há carro de apoio. A ideia é realmente fazer uma viagem autônoma.

. O Velotour não tem caráter competitivo. Visa estimular o companheirismo e a interação com pessoas e outras culturas. 

. O Velotour é um evento gratuito. Os participantes só arcam com suas despesas pessoais.  
. Velotour é uma modalidade de cicloturismo criada pelo Clube de Cicloturismo do Brasil e vem sendo realizada desde 2008.

Circuito Vale Europeu em Santa Catarina
O primeiro e mais tradicional circuito brasileiro criado para cicloturismo. São 7 dias de pedaladas para percorrê-lo. É todo sinalizado com navegação autoguiada por setas, placas e planilhas de orientação.

Tem natureza exuberante, parte histórica e cultural muito autênticas e segurança para pedalar.

Destino desejado por quase todos os cicloturistas, o percurso possui muitas subidas, e é praticamente todo por estradas de terra bem conservadas.

Tem uma boa dose de desafio e aventura para quem está em busca de atividades junto à natureza, não é indicado para iniciantes, mas pode ser encarado por aqueles que já pedalam longas distâncias e que tenham bom preparo físico e muita disposição.

Este circuito foi traçado em 2006 pelo Clube de Cicloturismo do Brasil dentro de uma parceria com a associação turística local (Associação Vale das Águas) e o consórcio de municípios (CIMVI - Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí).

Para saber mais sobre o Circuito do Vale Europeu em SC, clique aqui.

O Velotour mudou!
Quem já foi a um Velotour antes perceberá que há algumas mudanças. 

Em 2016 não foi no carnaval como de costume. Ele aconteceu na semana do feriado de 15 de novembro, juntamente com a comemoração dos 10 anos do Circuito Vale Europeu e da Expo Bike Vale Europeu.

Outras mudanças:não fizeram controle por PCs ao longo do caminho, nem tiveram um carro acompanhando no percurso. A ideia foi tornar o grupo que percorreu o circuito mais participativo.

"Queremos algo mais do que pedalar. Queremos deixar alguma coisa para o circuito, para a região, para a natureza, para as outras pessoas. Trata-se de trabalho voluntário, algo que o Clube de Cicloturismo vem incentivando há 15 anos". 

Para saber como foi o Velotour Vale Europeu 2016, CLIQUE AQUI

Veja, através das dezenas de fotos abaixo, como foi o Velotour Vale Europeu 2016 e tenho certeza que vc animará participar do próximo!! :)

Fotos: Walter Magalhães Jr. e Rodrigo Telles