Biketech Floripa

sexta-feira, 14 de março de 2014

Quando você conduz sua bicicleta, seu corpo está em estado dinâmico. Você nunca conta com um músculo ou um único  grupo muscular. Seu corpo trabalha como um sistema coordenado. Embora seja importante treinar cada músculo isoladamente, é fundamental que você treine diversos grupos musculares em harmonia.

Os exercícios globais ajudam a treiná-lo para esse esforço combinado e o prepara para os agentes adversos do percurso.  Para usufruir de um benefício dessa modalidade de treinamento e perceber um ganho no desempenho ao correr na bicicleta, você deve ter em mente que a base do trabalho é o que nós costumamos chamar de CORE (ou núcleo, centro), que corresponde anatomicamente aos músculos da região abdominal, laterais, lombar e assoalho pélvico. 

Músculos CORE
Desenvolvendo resistência, força, flexibilidade e principalmente consciência corporal nessa região através de um treinamento orientado você poderá sentir uma melhor eficiência na transferência de força para os pedais.  Muito provavelmente sua fadiga após os treinos diminua assim como a frequência de dores e lesões decorrentes da prática esportiva. Frequentemente as lesões desportivas do ciclismo têm relação com posturas inadequadas, ineficiência de um ou outro grupo muscular. 

No trabalho global procuramos trabalhar exercícios que envolvem  “o todo” do atleta e não somente aquilo que ele percebe como mais fraco ou dolorido durante as pedaladas. Quando for realizar essa ou qualquer outra modalidade de exercício, priorize movimentos suaves de força constante. Não se movimente aos trancos, nem trapaceie com uso excessivo de seus grupos musculares mais fortes. Mantenha os movimentos uniformes e firmes, pois os dois lados do seu corpo trabalham juntos pra levar a bicicleta adiante. Um lado traciona o pedal enquanto o outro impulsiona. Esse esforço combinado mantém a tração potente na corrente e roda traseira. Embora a força transmitida aos pedais varie a cada rotação do pedivela, seu objetivo deve ser diminuir essa variação.

Lembre-se de sempre aquecer antes de iniciar sua prática esportiva, seja ela treinamento de força ou a pedalada propriamente dita.  Publicações recentes têm demonstrado que o aquecimento antes das atividades esportivas é mais importante até que o alongamento, mas falaremos sobre esse tema nas próximas publicações.

. Autor:  Régis Luciano R. Santos
. Fone:  (48) 3269-5012
. Email: regislrs@hotmail.com
. Site:   www.santaclaramt.com.br
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário