Biketech Floripa

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Foi uma manifestação bem comovente, ordeira e que atingiu os objetivos propostos: divulgar os principais problemas existentes na rodovia da morte (SC-401), onde vários ciclistas perderam a vida.

A imagem ao lado contem o que nós Ciclistas estamos reivindicando: "Um trânsito mais Humano" e "Vida", ao invés de tantas mortes!


Cerca de centenas ciclistas participaram: 400, 500 ou quase 700 bikers. Os números divergem, mas todos concordaram que, PARAR A SC-401 foi uma feito nunca antes acontecido num protesto ciclístico. E esperamos que não seja mais preciso fazer algo semelhante, bastando, para isso, que o governo do estado cumpra com as obrigações da lei, no que diz respeito à implantação de ciclovias na SC-401, ao invés da ciclofarsa existente.


MÍDIA

. [Diário Catarinense] Ciclistas protestam por mais segurança após atropelamento na SC-401, em Florianópolis
. [G1 Globo.com] Após mortes, ciclistas protestam e bloqueiam SC-401 na capital
. [ND Online] Protesto por mais segurança no trânsito de Florianópolis reúne 500 ciclistas

FOTOS

Para visualizar mais fotos, clique neste link.
















VÍDEOS

. [Facebook] Ciclo jogral em plena SC-401! por André Luiz Silva

 



POR QUE PROTESTAM OS CICLISTAS?


     Não é preciso ser nenhum especialista em mobilidade urbana para ver que o sistema viário da capital catarinense está prestes a entrar em colapso total. Basta um pneu furado, um veículo avariado ou uma simples chuva para que toda uma via, bairro ou mesmo a cidade toda fique parada. Isso vem acontecendo ao longo dos últimos meses senão anos sem que nenhuma autoridade da área, seja municipal ou estadual, venha a público trazer as soluções tão esperadas ou ao menos iniciar uma discussão para o assunto.

     O que se tem visto até aqui são tão somente obras isoladas que priorizam o deslocamento por veículos automotores, geralmente individualizados, sem dar a atenção devida àqueles que escolheram outra forma de locomoção que não o carro, preferindo ir à pé, de bicicleta ou utilizando o transporte público.

     E por que protestam os ciclistas? Por vários motivos mas principalmente por que são o elo frágil da "cadeia viária" e por isso estão morrendo em nossa vias públicas. Diferente dos pedestres e motoristas, os ciclistas são unidos, se coordenam de forma rápida e anárquica, lutando para serem ouvidos, através de protestos chamados de Pedaladas ou Massa Crítica. Eles vêm alertando as autoridades de trânsito sobre os problemas existentes a tempo, mas nunca são ouvidos, muitas vezes por simples preconceito pois muitos ainda têm no pensamento que andar de bicicleta é somente lazer. No fundo o que eles estão pedindo é uma cidade mais humana, buscando mais segurança no trânsito, pedindo o compartilhamento do bem mais caro e escasso de qualquer cidade, as ruas, e que nos últimos anos foram destinadas e ocupadas predominantemente pelos carros. E para isso pedem para serem ouvidos!

     E o que querem então os ciclistas? Coisas simples como mais fiscalização no trânsito, punição nos casos de transgressão das leis existentes, mais e melhor infraestrutura viária que não atenda somente aos automóveis e mais educação no trânsito.

     A luta dos ciclistas por uma Florianópolis mais justa e humana deveria ser a luta de todo pedestre e de todo motorista pois é sabido que uma cidade que trata bem seus pedestres e ciclistas é uma cidade com melhor qualidade de vida para todos. Em outras palavras, o que os ciclistas querem é respeito: Respeito pela vida, respeito pelo próximo!


Ari Boehme
Pedestre, ciclista e motorista!
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário