Cicles Bike Shop

Tabela de Eventos

Evento

Titulo

Como comprar peças de bike no exterior legalmente

Praticamente todos os componentes de uma bike esportiva são importados. Já há alguns fabricantes, como a Proshock, que substitui componentes com a mesma qualidade, mas o restante é importado. Então é uma opção você ser o seu próprio importador para reduzir seus custos.

São vários sites de lojas mundo a fora que oferecem boas opções e alguns até já atendem a muitos brasileiros. Basta circular por listas de discussões para se ter uma idéia. Mas podemos destacar três que sempre estão na liderança: Ebay, JensonUSA e Chain Reaction Cycles.

Este último esta causando muito reboliço até na Europa onde uma associação de lojistas já esta se movimentando para que fabricantes não vendam mais a eles, pois o preço dos caras é muito abaixo devido aos baixos impostos na Irlanda. São os efeitos da Globalização.

Mas quanto aos procedimentos para importação pelos Correios, que são divulgados no site da própria empresa estatal, o melhor para os ciclistas é importar até U$ 500 dólares. Este valor não requer ação anterior à compra. Basta comprar e ao retirar a mercadoria nas agências dos Correios pagar o imposto simplificado de importação que é de 60% sobre o valor aduaneiro, ou seja, produto mais frete. Para produtos até U$ 50 remetidos por pessoas físicas não há imposto. Mas observe que o remetente deve ser pessoa física. Nas listas o pessoal divulga a informação de que até 50 dólares é livre, mas não é bem assim. Acontece de a Receita deixar passar remetentes jurídicos até esse valor também, mas pode acontecer de seu produto ser taxado se você comprar de uma loja.

Acima de 500 dólares e até 3 mil, a importação é ainda permitida pelo sistema Importa Fácil, mas é necessária uma guia prévia registrada nos Correios. O imposto é o mesmo 60% e ainda há uma taxa extra de R$ 150,00 pra a guia.

Empresas privadas de remessas fazem o mesmo serviço, algumas até já quitam o valor junto a Receita para você e só te avisam para fazer o depósito. Assim sua mercadoria chega a sua casa.

Todas essas informações estão disponíveis no site dos Correios, pois é direito do cidadão e consumidor brasileiro poder fazer sua própria importação. Mesmo que isso contrarie alguns lojistas e principalmente importadores.

Mas lembre-se de que comprar fora tem seus riscos. Requerer garantia é praticamente inviável pelo valor do frete e o lojista aqui pode se recusar a arrumar sua bike. Por isso mesmo, avalie bem a compra. Se houver fabricante brasileiro para a mesma peça, vale à pena conferir a qualidade, pois não é porque é importado que é melhor.

Um exemplo são os quadros de bike, a maioria é fabricada quase que no mesmo lugar na China, mesmo que a marca às vezes seja americana ou européia. Seja crítico e não se deixe levar por marcas.

Clique aqui para ler toda a reportagem.

12 comentários

  1. VALEU CARA,,, SEU TEXTO É MUITO LEGAL E OPORTUNO. GERALMENTE NÃO DIVULGAM NOSSOS DIREITOS. OBRIGADO PELO CUIDADO. ABS.

    ResponderExcluir
  2. VALEU CARA,,, SEU TEXTO É MUITO LEGAL E OPORTUNO. GERALMENTE NÃO DIVULGAM NOSSOS DIREITOS. OBRIGADO PELO CUIDADO. ABS.

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, vale também usar a Inbox Miami. É uma redirecionadora de encomendas que oferece um endereço gratuito nos EUA. Você compra direto nos sites americanos e manda entregar lá. Quando quiser, pede que eles consolidam todas as compras em uma encomenda só e você recebe rápido e com custo muito mais baixo. Acessem www.inboxmiami.com. Vejam como funciona neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=f3KNPKGAgow&t=260s

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, estou olhando uma Bike da Canyon que mesmo pagando todos os absurdos impostos vale apena pelo conjunto da bike e ainda sai mais barato que uma trek ou specialized aqui no Brasil com o mesmo grupo. Minha dúvida é no frete, eles enviam por sistema de UPS, cobram 323,64 dólares. Sabe me dizer que além do frete os 60% de imposto alfandegário, 18% de ICMS e o 6,38% de IOF vou pagar mais algum valor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André!
      Como essa publicação é de 2011, pode ter mudado alguma coisa na legislação, por isso seria bom tentar confirmar junto à Receita Federal.
      Vale lembrar que o valor sobre o qual serão cobrados os impostos é a soma do Preço + o Frete e, segundo a reportagem para valores acima de US$ 500,00 é preciso ter solicitar e pagar por uma guia de importação:
      "Acima de 500 dólares e até 3 mil, a importação é ainda permitida pelo sistema Importa Fácil, mas é necessária uma guia prévia registrada nos Correios. O imposto é o mesmo 60% e ainda há uma taxa extra de R$ 150,00 pra a guia."

      Espero que consiga importar e, se quiser contar depois como foi, seria excelente!

      CicloAbraços, Biker

      Excluir
    2. E aí André, comprou a Canyon? Pode contar detalhadamente os valores que pagou? Pois estou pensando em comprar uma. Valeu

      Excluir
    3. Olá, avaliei os pós e os contras e resolvi comprar uma Trek Emonda SL6 aqui mesmo. o que pesou foi a questão de garantia, eles dão a garantia e funciona, porém tem que enviar a bike para Alemanha. Tem um cara aqui no Brasil que vende Canyon com Nf em seu nome e da 6 anos de garantia, porém achei os preços altos. Abs

      Excluir
    4. Valeu André!

      Obrigado pelo retorno! :)

      Excluir
    5. Obrigado André. Você sabe o peso exato da sua Trek Emonda SL6? Que ano ela é? Quanto pagou?

      Excluir

Recent Post

Janio Rossa Cycling
Tecnologia do Blogger.