Biketech Floripa

quarta-feira, 27 de julho de 2016

. Data: 29/07/2016 (sexta-feira)
. Horário: 19 hrs (pedalada em direção ao local do protesto, elevado do João Paulo)
. Local : Pista de Skate em frente ao Shopping Iguatemi

Para mais informações e/ou confirmar presença acesse o Evento no Facebook

Chamada aos:
. ciclistas, 
. pedestres, 
. usuários de transporte coletivo e 
. motoristas que trafegam pela SC-401, 
. que moram e/ou trabalham no norte da Ilha, 
. que estão cansados da violência que assola os que por essa rodovia passam e querem mobilidade urbana segura e eficaz! 


VENHAM PARTICIPAR DESSE ATO PEDINDO RESPEITO À VIDA E NÃO À VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO! 

Haverá concentração ciclistas na Pista de Skate a partir das 19 hrs, que partirão em direção ao elevado de João Paulo.

JÁ FORAM ACUMULADOS 7 MORTES POR ACIDENTE, SENDO 6 ATROPELAMENTOS, NESTE INÍCIO DE ANO NA SC-401! 

Há muito tempo o uso ao longo da SC-401 não condiz com a sua configuração. Tem comércio, tem pedestre, tem cadeirante, tem ciclista, inúmeras entradas para os bairros e o comércio. Mas não tem calçada, ciclovia, FISCALIZAÇÃO, acostamento ruim ou inexistente, poucas passarelas, velocidade permitida altíssima. 

Projeto de reestruturação da SC-401 prevê beneficiar pedestres e ciclistas


No dia 29 de janeiro deste ano, ciclistas uniram-se para protestar por mais segurança na rodovia, promovendo um ato pacífico, com o intuito de gerar melhorias.
. Protesto de ciclistas em Florianópolis | Chega de mortes!
. Após mortes por imprudência de motoristas, ciclistas fecham a SC-401 em protesto
. Protesto por mais segurança no trânsito de Florianópolis reúne 500 ciclistas
. CICLISTAS SE ORGANIZAM E PROTESTAM CONTRA MODELO RODOVIARISTA QUE PRIVILEGIA AUTOMÓVEIS
. Protesto exige fim das mortes de ciclistas e bloqueia SC 401

Passados quase seis meses desde a realização do protesto, o saldo que se tem é o triste acúmulo de mais mortes por atropelamento na SC-401 e pela cidade. Nenhuma ação de melhoramento teve início. Após esse tempo decorrido, o que se tem é apenas o anúncio de aumento paliativo e temporário da fiscalização e de pequenas ações pontuais que não representam solução efetiva. 

. Em cinco meses, SC-401 registra sete mortes causadas por acidentes; 5 foram atropelamentos 

Vamos nos unir mais uma vez e em maior número para dizer:


 BASTA DE DESCASO E VIOLÊNCIA! 


O QUE QUEREMOS:

(I) Aumento da fiscalização da Lei Seca, em especial aos finais de semana, e ações necessárias para o cumprimento deste objetivo;

(II) Redução das velocidades máximas permitidas, visando à futura implementação do projeto previsto pelo Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (PLAMUS);

(III) Fiscalização contínua de velocidade na via, uma vez que grande parte dos veículos automotores superam a velocidade máxima da SC-401 quando da ausência de fiscalização.

(IV) Envio à ALESC de projeto de lei que modifique dispositivos da Lei Estadual Promulgada 12.142/2002, possibilitando enorme melhoria da fiscalização, com a utilização de radares fixos e lombadas eletrônicas;

(V) Apresentação URGENTE de projeto cicloviário para a rodovia, com plano de execução e cronograma definido.

(VI) Iluminação, sinalização vertical e horizontal e proteção dos trechos mais perigosos da SC-401,em especial os trechos que não possuem acostamento, e/ou onde estes são deficientes ou estão em desacordo com as normas.

(VII) Implantação de um sistema integrado de vigilância ao longo de toda a extensão da SC-401, incluindo a instalação de câmeras de monitoramento;

(VIII) Implantação de travessias seguras e acessíveis ao longo da SC-401 em todo lugar em que houver fluxo de pedestres;

(IX) Reformar e/ou construir o acostamento nos trechos em que estes se mostram precários, ausentes ou insuficientes, incluindo também a limpeza de detritos que neles se acumulam;

(X) criar uma comissão de diálogo permanente, contando com a presença de membros da sociedade civil, incluindo ciclistas, a fim de acompanhar a execução das medidas planejadas e das obras e ações projetadas.

(XI) incluir nas provas do Detran/SC para tirar ou renovar a carteira de habilitação, questões relativas ao trânsito de bicicletas previstas no CTB.”


Categories:

2 comentários:

  1. Oi, gostaria de ir do centro para Jurerê, quais são os trechos mais perigosos que possuem estradas alternativas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alice!

      Dê uma olhada neste link: https://goo.gl/maps/1ddhsmdkx282

      Nele, tento evitar ao máximo a SC-401, mas o caminho fica maior;
      Um outro detalhe: quando começa a SC-401, perto do CIC, o Google sugere vc atravessar a passarela e pedalar em direção às praias do leste, passando ao lado do cemitério do Itacorubi. Eu continuaria na ciclovia (sem atravessar a passarela) e iria até o elevado do João Paulo, onde viraria à esquerda.

      Se precisar de mais ajuda, por favor, me avise.

      CicloAbraços, Biker

      Excluir