Cicles Hoffmann

Tabela de Eventos

Evento

Titulo

Dicas de como aproveitar ao máximo a aula de spinning

8 dicas para aproveitar melhor sua aula de Spinning
Por Érica Fonseca

Fonte: Academia Fibratech

Sucesso total nas academias, as aulas de spinning,  além de possibilitarem melhorar o fôlego, detonam as calorias: em apenas uma aula, você pode perder de 570 a 870!

Além disso, o spinning também enrijece pernas, glúteos e fortalece o abdômen.

A simulação de percursos é o que direciona a dinâmica dos treinos de ciclismo indoor.

Subir e descer montanhas, pedalar sentado e em pé, apertar a pedalada nas retas… Aulas intensas, animadas e divertidas.

Se você já pedala e consegue um bom resultado, saiba que algumas atitudes simples podem ajudar a melhorar sua performance e tornar a sua aula de spinning ainda mais eficaz!

Conversamos com o professor e coordenador de spinning da Fibratech, Fernando Rodrigues, e ele separou algumas super dicas para dar aquele gás nas suas pedaladas, sempre com muita segurança!

As dicas são para alunos iniciantes e avançados. Vamos lá:

#1 Sem ansiedade!
Aos iniciantes, não se preocupe em acompanhar a aula, avise o professor que é sua primeira aula e ele te orientará para seguir um trabalho de adaptação, completamente diferente do restante da turma mais avançada.

#2 Fique de olho no calçado e nas roupas
Use somente calçados fechados. Observe se os cadarços estão presos para dentro do mesmo (para sua maior segurança), e se o solado do calçado é rígido, de preferência de cano baixo e que não seja de bico fino.

Prenda o tênis na fita, deixando-o bem firme.

Use roupas leves e apropriadas para o desempenho da atividade física.

#3 Hidrate-se
Sempre tenha em mãos a sua garrafa de água (squeeze) para beber durante as aulas. Assim você não corre o risco de se desidratar.

Não espere sentir sede!

#4 Mantenha uma toalha por perto
Leve também uma toalha de rosto para uma melhor higienização durante as aulas.

Posicione-a atrás do banco, possibilitando ao professor melhor visão em relação à postura do aluno.

E lembre-se que é sempre importante secar as mãos – caso você transpire muito – para não escorregar.

#5 Decore os seus ajustes
Saber a altura e a distância do banco , além da altura do guidom, irá facilitar o início da aula.

Se algum ajuste não estiver confortável durante a aula, chame o professor para reajustá-lo.

O guidom mais alto que o banco garante uma pedalada mais agradável.

E atenção: ajuste o “firma pé” de forma confortável para não deixar os pés soltos.

#6 O que fazer com os braços e as mãos
Pedalar coma postura correta pode aumentar (e muito) o seu rendimento.

Por isso:

. Não apoie o antebraço no guidom quando pedalar em pé;
. Não pedale sem apoio das mãos (principalmente em simulações em pé);
. Não pedale para trás.

#7 Respeite o cronograma das aulas
As aulas não são sempre as mesmas, por exemplo, nas sessões de montanha, a força é intensa para trabalhar os músculos das pernas; os treinos intervalados, são para ganhar fôlego e melhorar o condicionamento físico; já nas sessões chamadas endurance, o aprimoramento técnico e fisiológico irá contribuir para todas as outras aulas.

Por isso, dá para pedalar todos os dias com intensidades diferentes, garantindo ótimos resultados.

#8 Utilize sapatilhas e frequencímetro
O uso de alguns equipamentos também podem colaborar para melhorar o desempenho.

As sapatilhas, usadas por ciclistas profissionais, garantem a transferência da força da perna direto para o pedal, o que evita o desperdício de energia.

O uso do frequencímetro – aparelho que monitora a frequência cardíaca durante atividades físicas – mostra o ritmo necessário para queimar calorias.

Anotou tudinho?

Agora as suas aulas de pedal vão ficar ainda melhores!

Nenhum comentário

Recent Post

Janio Rossa Cycling
Tecnologia do Blogger.