Biketech Floripa

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Imagine se este tipo de programa acontecesse no Brasil ? Pelas minhas contas, eu faturaria cerca de R$ 950,00 mensais! 

Enquanto o programa não começa por aqui (e duvido que venha a começar algum dia), continuarei pedalando assim mesmo! :)

CicloAbraços!

. Biker que indicou a matéria: Thais Safe Carneiro
. Fonte: Mercado Etico

Jéssica Lipinski, do Instituto CarbonoBrasil
O governo francês deu início nesta semana a um programa piloto para estimular a bicicleta como meio de transporte, que oferece aos trabalhadores incentivos financeiros se eles utilizarem a bicicleta para irem ao local de seus empregos.
O programa, que está em uma fase de seis meses de experimentação, oferece como bonificação um pagamento de 0,25 centavos de euro – o equivalente a 0,77 centavos de Real – para cada quilômetro rodado com a bicicleta no percurso casa-trabalho.
O esquema foi adotado por 20 companhias, que no total empregam aproximadamente 10 mil pessoas, e, além de melhorar a saúde pública, visa reduzir a poluição do ar e o consumo de combustíveis fósseis.
Frederic Cuvillier, ministro dos transportes francês, afirmou que “os custos do transporte público e dos carros já são subsidiados”, e que ele quer que a bicicleta se torne “um modal separado de transporte”. O plano tem como objetivo aumentar em 50% o uso de bicicletas, e caso mostre ter sucesso, será testado em uma escala maior.
Em outros países da Europa, há planos semelhantes em andamento, em que os trabalhadores também são pagos por quilômetro rodado com bicicleta, ou recebem incentivos fiscais ou apoio financeiro para a compra de bicicletas.
Segundo um recente estudo alemão, o uso de bicicleta pode aumentar a expectativa de vida em até 14 meses, e outras pesquisas também apontam para mais benefícios do modal, como o desenvolvimento das habilidades motoras e o abandono do sedentarismo.
(Instituto CarbonoBrasil)
Categories: ,

4 comentários:

  1. Aqui no Brasil viabilizar ciclovias, vias de acesso, bicicletários, vestiários com armários e chuveiros, tolerância e educação no trânsito já seria um ótimo começo...
    Nossa mobilidade urbana ainda está rastejando, bem como a mentalidade dos políticos.
    Sem mais palavras.
    Abraço.
    Thais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Thais! Infelizmente ainda estamos muito longe de conseguir algo semelhante no Brasil!

      Valeu

      Excluir
  2. Aqui em nossa pátria teria pessoas colocando a bicilceta em cima do carro só para tirar vantagem. Infelizmente o nosso povo como nossos governantes não estão preparados culturalmente para isso.

    Mas está de parabéns ótima matéria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Becatti, realmente não duvido :(

      Obrigado pelo elogio! :)

      Excluir