Biketech Floripa

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Por Felipe Munhoz

Em um domingo de verão, dia de sol como há meses não se via em Floripa, centenas de pessoas deixaram de fazer o que gostam, para pendurar uma bicicleta branca em um poste da SC 401, local do assassinato do ciclista Róger Bitencourt, por um motorista bêbado.

O que buscam essas pessoas, não é muito, pelo contrário, buscam condições mínimas de mobilidade, de forma segura e humana.

O que parece simples, está infelizmente longe de ser atingindo, devido a uma parcela raivosa da população e pela omissão das instituições públicas.

A morte do Róger se tornou notória, devido à forma brutal e banal que ocorreu, também em um domingo, fazendo o que gostava, pedalando com os amigos, no acostamento da SC 401, às 10 horas da manhã.

Apesar disso, a bicicleta, por ser mais humana, e portanto mais frágil que um carro, de forma alguma é mais perigosa. Perigosas, são as altas velocidades que matam motoristas, passageiros, ciclistas e pedestres.

Mortes não deveriam ser toleradas no trânsito, simplesmente porque poderiam ser facilmente evitadas.

Usuários de bicicleta sabem disso, e não toleram nenhuma morte, por isso estão nas ruas e não vão sair de lá.

MÍDIA
. [ND Online] - Bicicleta fantasma em homenagem ao jornalista Róger Bitencourt é instalada na SC-401
. [G1 Globo] - Manifestantes penduram bicicleta na SC-401, no local da morte de ciclista
. [Bicicleta na Rua] - (Vídeo) Olhares: Ciclistas prestam homenagem a Róger Bitencourt

FOTOS
Álbum de Fotos: Bicicleta Fantasma em Memória a Róger Bitencourt por Pedal Seguro Floripa
































VÍDEO
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário