Biketech Floripa

domingo, 23 de novembro de 2014

Fonte: MTB Brasília

O atual sistema de pedais de encaixe (clipless), criado pelos designers da Time/Look Jean Beyl e Roland Cattin em 1987 pode ser considerado como uma das maiores invenções do ciclismo de todos os tempos. Responsável por integrar de forma quase perfeita o ciclista e sua bike, o pedal de encaixe proporciona um melhor rendimento nas pedaladas, se comparado com os pedais de plataforma comuns.


Mesmo o pedal de encaixe tem suas desvantagens, entretanto. Pedais clipless via de regra não possuem uma boa plataforma de apoio, obrigando o ciclista a usar sapatilhas, mesmo em um simples passeio no parque. Além disso, sua manutenção constante é necessária, já que taquinhos desgastados, sujeira e detritos acumulados podem comprometer sua performance.

MagLOCK

Com o surgimento da categoria Enduro, que mescla em competições características de XC com Downhill, mais do que nunca o debate sobre as vantagens e desvantagens da utilização ou não dos pedais de encaixe vem a tona. Mas e se surgisse no mercado um novo tipo de pedal, capaz de reunir as vantagens dos dois modelos em um único produto?

Uma pequena empresa norte-americana alega ter a solução, com o lançamento de um novo tipo de pedal que utiliza magnetos no lugar das travas com molas utilizadas nos pedais clipless convencionais.

O novo pedal MagLOCK definitivamente não é a primeira tentativa de se utilizar imãs no lugar do sistema clipless. Muitas empresas já vem testando sua utilização há anos, mas sem chegar a um produto realmente confiável, prático e de baixa manutenção.

A solução proposta pelo MagLOCK é simples. O pedal possui uma plataforma larga e lisa, suficiente para ser utilizada com tênis comuns quando necessário e que não acumula barro ou outros detritos.

Em sua superfície, no lugar do complicado mecanismo de molas e travas, o MagLOCK utiliza uma série de imãs sobrepostos de formato achatado, feitos a partir de uma combinação de neodímio, ferro e boro. Esses imãs são muito poderosos em comparação a sua massa, atraindo fortemente a placa metálica instalada na sapatilha no lugar dos tradicionais taquinhos.

A força magnética do sistema pode ser ajustada adicionando ou removendo os magnetos, até um máximo de 22 kg de força atrativa.


Com o novo sistema, não se perde mais tempo em encaixar o taquinho no pedal, já que basta colocar as sapatilhas sobre a plataforma para ficar instantaneamente fixado no mesmo. Para desacoplar, basta girar os pés, como nos pedais clipless convencionais.
O pedal MagLOCK tem o seu corpo construído em liga de alumínio 6061 e seu eixo em aço CrMo. Os magnetos ficam armazenados dentro do pedal, protegidos por uma chapa de aço e são acessíveis através de 4 parafusos do tipo allen de 3mm que funcionam como cravos para auxiliar no agarre.

No lugar dos tradicionais taquinhos da sapatilha, são instaladas placas de aço, que são magneticamente atraídas pelo MagLOCK

Atualmente, os desenvolvedores do sistema MagLOCK estão procurando por financiamento coletivo através do website Kickstarter para produzi-lo comercialmente. A previsão é que um par de pedais completo saia por cerca de 150 dólares.

Nem tudo são vantagens no novo sistema. Um jogo de pedais MagLOCK pesa 1,5kg. Como comparação, um jogo de pedais de plataforma comum pesa cerca de 700g. 

Evidentemente, por se tratar de um produto conceitual, a tendência é que modelos que o sucederem sejam cada vez mais leves.


A grande importância deste novo produto é a perspectiva que o mesmo abre ao mercado, onde podemo visualizar pela primeira vez uma alternativa viável aos atuais sistemas clipless.

Categories:

0 comentários:

Postar um comentário