Biketech Floripa

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Por Dr. Rogério Teixeira da Silva

A câimbra é uma contração involuntária súbita do músculo ou de diversos grupos musculares simultaneamente. Nestes casos, a região costuma ficar enrijecida (em virtude da grande contração muscular das fibras, quase que simultaneamente) e com muita dor, fazendo com que a pessoa tenha que cuidar imediatamente desta condição.

Por que esse tipo de dor acontece?
A câimbra ocorre porque as placas motoras (estruturas anatômicas que transmitem o impulso nervoso ao músculo, para que ele se contraia) ficam com um acúmulo de ácido lático que posteriormente tornam os músculos mais excitáveis, gerando assim a grande contração muscular. Ocorre mais frequentemente nas panturrilhas e na musculatura da coxa, mas, dependendo do desgaste do atleta, pode atingir até mesmo a musculatura do abdômen, podendo, se não tratada, causar problemas graves. É muito mais freqüente em atletas, mas pessoas que não tem uma boa alimentação e que estão pouco hidratadas podem também ter isso.

É possível prevenir as câimbras?
Normalmente, a prevenção das câimbras se dá por meio de uma boa hidratação, incluindo a ingestão de sais minerais e vitaminas antes do exercício. Uma pessoa bem hidratada normalmente não tem câimbras. Outra recomendação é que sempre se faça alongamento dos músculos das pernas, pois é aí onde as câimbras são mais freqüentes.

  • A alimentação pode influenciar em algo para a melhora e/ou prevenção?

  • Como amenizar a dor no momento da câimbra e iniciar o tratamento?

  • Depois de passar a dor, o que devo fazer para melhorar a câimbra?

  • Há alguma relação entre aterosclerose e câimbra em pessoas com mais de 60 anos?

  • A câimbra pode estar relacionada a situações de estresse?
Clique aqui para ver as respostas às perguntas acima e também para ler a reportagem completa.


0 comentários:

Postar um comentário