Biketech Floripa

sábado, 24 de julho de 2010

Algumas dicas para a prática do Mountain Bike:
  • Para o ciclista;
  • Para a bike;
  • Para a trilha.

DICAS PARA O CICLISTA

Antes de sair com a bicicleta lembre de fazer alongamento para o corpo todo. Com isto, você estará diminuindo a chance de cãibras e torções e aumentará o seu rendimento.

Alimente-se bem. Consuma preferencialmente alimentos ricos em carboidratos e potássio. A batata é uma ótima fonte de carboidrato e a banana e o tomate são excelentes fornecedores de potássio. O potássio reduz, e muito, a chance do atleta ter uma cãibra. Os carboidratos dão muita energia para suportar treinos fortes.

Use sempre roupas leves. Prefira as roupas de algodão a tecidos sintéticos. O algodão permite que a pele transpire. Se possível use roupas especiais para mountain-bike tais como bermuda e blusa de laicra. Estas roupas deixam o ciclista totalmente livre para pedalar e não abafam o corpo do atleta. Quando for andar no frio também tome cuidado, procure se agasalhar bem porém não deixe o seu corpo todo tapado, pois você está fazendo uma atividade física e precisa transpirar.

Sempre use capacete e luvas. Quando você leva um tombo, é instintivo o ciclista levar as mãos à frente protegendo o rosto. Com a luva, as escoriações na mão serão muito reduzidas. Procure usar um capacete que se ajuste firmemente a sua cabeça e que não lhe incomode. Um modo fácil de ver se o capacete esta bem preso a sua cabeça e prender o capacete na cabeça e virar a cabeça de um lado pro outro, pra cima pra baixo, mexer o pescoço pra todos os lados, depois de tudo isto o capacete deve estar exatamente no local que foi colocado, se o capacete saiu do lugar, escorregou pra nuca ou para o lado da cabeça, você deve ajustar suas tiras até ele ficar firme. Outro teste que você pode fazer pra ver se o capacete esta confortável na sua cabeça, é após prender a fivela do capacete: abra bem a boca... a tira do capacete não poderá apertar seu pescoço.

Sempre fique atento quando andar em meio ao trânsito. Ande sempre do lado direito das ruas e avenidas, com velocidade máxima de 40 km/h. Não fique ziguezagueando na frente dos carros e veículos grandes pois um tombo na frente de um carro pode ser mortal. Ao andar perto dos carros estacionados sempre verifique a presença de motoristas no interior dos mesmos pois há a possibilidade do motorista abrir a porta do carro e se não der tempo de voce reduzir a velocidade da bike, sofrer um acidente grave. Lembre-se: não meça forças com carros, ônibus, caminhões etc. Você é bem mais leve que estes veículos e está muito mais exposto. Nunca ofenda um motorista: você nunca sabe a reação da pessoa.

Quando for efetuar curvas, sinalize com certa antecedência para o lado que irá fazer a curva.

Sempre mantenha limpa as roupas e os calçados que você usa, pois por causa do grande calor e alto índice de umidade, a proliferação de bactérias é mais provável e isto pode até causar uma irritação à pele do ciclista.


DICAS PARA A BIKE

Princípio básico: nunca deixe a bike dar problema para só então levá-la à oficina, faça revisões periodicamente.

As revisões gerais devem ser feitas de acordo com quanto e como você usa sua bike. Se você é competidor é importante voce fazer uma revisão todo mês pois há corridas que exigem muito da bike. Se você apenas anda com a sua bike em trilhas leves e não compete, uma revisão geral a cada 3 meses está bom, mas lembre-se sempre de verificar freios, rodas e câmbios.

Procure aprender a mecânica básica para que você mesmo possa resolver problemas simples que surgirem sem precisar levar a bike a um mecânico especializado. Coisas como: arrumar freios, regular câmbios, remendar câmaras de ar, engraxar cubos, etc. são coisas que você irá aprender a fazer até mesmo sozinho. Estas coisas você aprende com o uso da bike, quanto mais você andar, mais irá aprender.

Use sempre ferramentas boas. No caso das chaves allen tome cuidado pois elas podem se desgastar na ponta e ao colocar em um parafuso você pode espana-lo pois a chave irá girar em falso e irá destruir a cabeça do parafuso. Nunca tente improvisar uma ferramenta, sempre sai besteira.

Nunca ande com o pneu muito vazio pois pneus vazios tem maior possibilidade de furar que pneus com a calibragem certa.

Quando for rosquear parafusos em roscas que são sensíveis, como por exemplo as roscas do quadro para colocar suporte de caramanhola, sempre passe um pouco de graxa nos parafusos antes de apertá-los na rosca. Para não ter perigo de espanar a rosca, comece sempre a rosquear com a mão, sem usar a chave, rosqueando com a mão dificilmente você espanará pois não estará fazendo uma força muito grande.


DICAS PARA A TRILHA

Procure sempre andar em grupos, nunca ande sozinho. Se você levar um tombo e ficar desmaiado ou tiver algum problema mais sério com a bike, não terá ninguém por perto para lhe ajudar.

Procure freqüentar trilhas que se adaptem ao seu preparo físico.

Nunca jogue lixo nas trilhas que passar.

Antes de ir para uma trilha que você não conhece, procure se informar sobre a existência de pontos onde você possa pegar água. Se não houver a existência destes pontos, procure levar água o bastante para ir e voltar.

Leve kit de remendar câmara de ar e algumas ferramentas como: chave de corrente, chaves allen, etc. Saiba que uma destas ferramentas poderá ser muito útil quando você estiver, por exemplo, em uma trilha 40 quilômetros longe da sua casa e sua bike apresentar um problema.

Se o seu pneu furar no meio de uma trilha e você tiver esquecido de levar a espátula para retirar o pneu do aro, não se preocupe, é só usar uma das blocagens. Retire a blocagem da roda e use a parte arredondada da espátula (onde você segura para abrir quando vai tirar a roda) normalmente como se fosse uma espátula. Se além da espátula, você também estiver sem câmara reserva ou remendo, é só encher o pneu com capim, com a camara furada lá dentro mesmo pra fazer mais volume. Mas tem que encher o pneu bem de capim, e depois voltar direto pra casa e sem fazer extravagâncias.


2 comentários:

  1. opa boa noite! Tem como me indicar alguma trilha em Florianópolis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Claro que sim! :)
      Não tem muitas, mas as melhores e/ou mais conhecidas estão registradas no TrilhasBr, neste link: http://www.trilhasbr.com.br/trilhas.php

      Se precisar de mais info, por favor, me avise.

      CicloAbraços, Biker! :)

      Excluir