Biketech Floripa

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Fonte: Revista Bicicleta por www.bbc.com

Várias montadoras de carros começaram suas vidas como fabricantes de bicicletas, entre elas a Mercedes-Benz e a Peugeot.

Mais de um século depois, muitas dessas marcas ainda produzem e vendem veículos de duas rodas, geralmente em números muito menores do que suas grandes estrelas motorizadas.

Em homenagem à Volta da França, que está a pleno vapor, selecionamos 12 modelos que trouxeram momentos memoráveis aos fãs do ciclismo e do automobilismo.

Aston Martin

Feita em fibra de carbono, com os fios dos freios hidráulicos de disco escondidos no quadro, passagem de marcha eletrônica e faróis LED embutidos, o modelo Aston Martin One-77 é provavelmente a versão mais luxuosa possível para uma bicicleta de rua.

Assim como o supercarro de edição limitada One-77, que a inspirou, essa bike também é uma das mais caras da história: custa US$ 39 mil (R$ 123 mil).

FIAT

A montadora italiana transferiu para as bicicletas seu conceito de fabricar carros para as massas.

O modelo 500 Lounge Model, dobrável, é projetado para caber no porta-malas do Fiat 500, com a porta fechada – algo que a montadora garante ser possível.

Audi

A montadora de carros de luxo alemã tem sido uma das mais ativas no mundo do ciclismo, tendo apresentado recentemente um modelo-conceito de uma e-bike (bicicleta elétrica) e uma bicicleta de corrida de US$ 19,5 mil (R$ 61,5 mil).

É possível que a e-bike (acima na foto) não chegue a ser produzida comercialmente, mas a Audi afirma que irá montar 50 dos modelos de corrida, junto com a alemã Lightweight.

Cada bicicleta de fibra de carbono pesará apenas 5,8 quilos.

BMW

Inspiradas no supercarro M3 da BMW, as bicicletas série M têm um preço inicial de US$ 1.350 (cerca de R$ 4,3 mil).Para maximizar a fidelização à marca, a montadora vende acessórios com seu logotipo.

Jaguar

A fabricante britânica de carros esportivos não produz bicicletas, mas em 2014 autorizou a Pinarello a usar seu túnel de vento para desenvolver a temível bicicleta de corrida Dogma F8.

Como patrocinadora do Team Sky na Volta da França, a Jaguar também segue a equipe com bicicletas e partes extras instaladas no teto de um F-Type ou de uma XF Sportbrake, como a da foto acima.

Chevrolet


Desde 2014, o mercado argentino de bicicletas conta com criações da montadora americana.

Entre os modelos disponíveis estão uma dobrável, uma Mountain bike e opções para crianças. Os preços variam entre US$ 375 (R$ 1,2 mil) e US$ 925 (R$ 2,9 mil).

FORD

Por US$ 3.695 (R$ 11,6 mil) – pouco mais do que vale um Ford Mustang usado no mercado americano – esta bicicleta elétrica pode percorrer até 48 quilômetros sem precisar ser recarregada, a uma velocidade máxima de 32 km/h, dependendo do terreno e do peso do piloto.

Com quadro de alumínio, ela pesa pouco mais de 28 quilos.

JEEP

Sinônimo de aventuras off-road, a Jeep aproveitou a força da marca nesse segmento para lançar uma linha de bicicletas com a mesma finalidade.

Batizadas com os mesmos nomes dos modelos SUV, as bikes custam até US$ 500 (quase R$ 1,6 mil) cada.

Lamborghini

Como uma das marcas de carros mais cobiçadas do mundo, é natural que uma bicicleta Lamborghini custe o mesmo ou mais que muitos automóveis populares – US$ 32 mil (pouco mais de R$ 100 mil).

O modelo com quadro de fibra de carbono tecido por robôs e guidão com revestimento em couro foi construído pela Impec, a divisão de luxo da BMC, fabricante suíça de bicicletas que são adoradas por seus donos, assim como as Lamborghinis por seus motoristas.

LEXUS

O braço de modelos de luxo da Toyota seguiu dois caminhos pelo mundo do ciclismo – um real e outro imaginário.

A mountain bike conceito NXB Concept, apresentada no Salão do Automóvel de Tóquio em 2013, é a fantasia da marca. Já a bike de corrida F-Sport (acima), feita em fibra de carbono, foi colocada à venda no Japão.

Assim como o supercarro Lexus LF-A, que a inspirou, o preço é bastante exclusivo – cerca de US$ 11 mil (R$ 34,7 mil).

Mercedes-Benz

A estrela de três pontas da marca enfeita alguns dos carros mais caros do planeta, mas as bicicletas da Mercedes-Benz são vendidas a preços que podem competir com os de outros modelos semelhantes.

As mais caras são as masculinas, chegando a valer US$ 2 mil (R$ 6,3 mil) – quase o mesmo que um novo conjunto de rodas para o sedã E-Class.

A marca também faz modelos femininos e infantis, todos enfeitados com seu famoso emblema.

Peugeot

A montadora francesa continua forte no mercado de bicicletas, oferecendo um catálogo com mais de 50 modelos.

Um dos destaques é a e-bike AE21, que atrai o público fiel da marca assim como suas bicicletas de corrida, passeio e trilhas.


Categories:

0 comentários:

Postar um comentário