Biketech Floripa

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Fonte: Blog WB Bike Shop

Pedalar no frio não precisa ser algo assustador. Mesmo que o clima tenda a deixar as pessoas mais preguiçosas ou menos corajosas, é possível andar de bicicleta confortavelmente mesmo quando os termômetros estão lá embaixo. Para isso, existem alguns pontos que merecem atenção. 



O CicloVivo separou seis dicas de como pedalar quentinho no inverno:

1. Mantenha o tronco aquecido
Proteger o peito, pulmão e costas dos ventos frios é essencial, principalmente para evitar gripes e resfriados. Por isso, uma dica é sempre vestir uma “segunda pele”. Esta camada de roupa, colada ao corpo, mantém as outras peças de roupas secas e reduz a perda de calor. A melhor opção para usar por cima são as jaquetas que bloqueiam o vento. Caso você não tenha um modelo com essa tecnologia, é possível utilizar jornal ou plástico entre as roupas, para impedir a passagem do ar e manter o calor do corpo.


2. Proteja toda a cabeça
Aproximadamente 30% do calor do corpo é perdido através da região da cabeça, devido à grande quantidade de sangue que circula por ela. Portanto, uma sugestão é usar uma “bandana” por baixo do capacete. Outra bandana pode ser amarrada no rosto para proteger nariz e boca. O vento frio pode fazer os olhos lacrimejarem, o que prejudica muito a visão. Portanto, tenha sempre um bom óculo de ciclismo por perto.


3. Dica para os pés
Esta é outra área que nos faz perder muito calor. Portanto, exige atenção. Existem botas e meias ideais para ciclismo. Mas, isto não é algo extremamente necessário. É possível mantê-los protegidos e aquecidos com muito pouco. A mesma dica do plástico ou jornal usada para aquecer o peito pode ser aplicada aos pés. Use uma sacola de mercado entre a meia e o tênis. Isso impedirá a passagem do ar frio e manterá o calor do corpo.


4. Cuidado especial com os joelhos
Mesmo que as pernas se aqueçam rapidamente, logo no início da pedalada. É importante cuidar para que os joelhos estejam sempre aquecidos, isso os manterá devidamente lubrificados e em bom funcionamento. Aqui também é possível usar calças térmicas, que podem ser vestidas por baixo de qualquer outra roupa.


5. As mãos
Para manter as mãos aquecidas não existe segredo além das luvas. Mas, mais do que mantê-las quentinhas, as luvas de ciclismo também ajudam a melhorar a circulação do sangue nas mãos, protegem em casos de quedas e evitam as desagradáveis bolhas.


6. Cuidado para não esquentar demais
Mesmo com todas essas dicas, o mais importante é tentar fazer um pequeno aquecimento antes de começar a andar de bicicleta. Isso impedirá que você use roupa demais e fique superaquecido durante o trajeto, o que pode ser um incômodo ainda maior que o frio. A própria pedalada fará o corpo aquecer rapidamente, portanto, não exagere nas roupas.
Se você tem mais dicas e sugestões para pedalar no inverno, compartilhe conosco.


Por Thaís Teisen – Redação CicloVivo
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário