Biketech Floripa

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Fonte: Pra Quem Pedala
Autor: Henrique Andrade


O ciclismo de estrada é um complemento muito importante para quem quer ter desempenho no MTB. Assim como o contrário também é verdade.

Portanto, se você está enraizado na sua opinião, veja se esses argumentos podem de fazer mudar de opinião e abrir a sua cabeça

1 – Um jeito prático de ganhar velocidade na MTB

O treino de Speed é muito focado na capacidade de fazer muita força constante e por muito tempo com as pernas. Isso ajuda muito no MTB. Principalmente na hora de manter passo.

Vejam que qualquer MTBiker profissional, desde o XC até o DH, utilizam a speed como grande parte do seu treino

2 – Vá mais longe

É mais fácil e rápido percorrer grandes distâncias de Speed do que de MTB. Portanto, para uma viagem, ou pedal muito longo, speed é melhor.

3 – Speed dá menos manutenção

Por ter menos partes e ser uma máquina mais simples, principalmente em época de chuva, realizar treinos de speed farão com que vc fique menos tempo dentro de oficinas.

4 – Tradicionalismo 

Por ser um esporte mais antigo, o ciclismo de estrada oferece mais história do que o MTB. Se você gosta de estudar e entender as origens do seu esporte, o ciclismo de estrada é uma fonte inesgotável disso.

5 – Praticidade

Basta colocar uma roupa e sair de casa para treinar de Speed. Infelizmente, muita vezes temos que percorrer enormes distâncias de carro para chegar em trilhas.

Essa facilidade é uma grande vantagem, principalmente nos treinos durante a semana.

6 – Aprender a andar em grupo (minha contribuição)

Apesar de o MTB ser uma modalidade que exige muito mais técnica. Geralmente quem pratica só o MTB tem dificuldade de pedalar em grandes pelotões. Pois não esta acostumando a andar em linha absolutamente reta, nem avisar buracos, enfim… Coisa quem só acontecem e são necessárias dentro de um pelotão

7 – Estratégia de prova (minha contribuição)

O ciclismo de estrada é uma competição mais complexa do que o MTB. Uma vez que o vácuo faz uma grande diferença. Ou seja, nem sempre o mais forte vence. O que não acontece no MTB, a não ser em caso de tombo.


Portanto, aprender a competir no “xadrez” que é o ciclismo, pode te ajudar na hora de usar a cabeça nas provas de MTB.


Categories:

0 comentários:

Postar um comentário