Biketech Floripa

sexta-feira, 24 de julho de 2015

No final de janeiro deste ano (2015), fui fazer um Bike Fit com o profissional Adolfo Perdigão do Studio A Bike Fit, com o objetivo de adequar a bicicleta à minha postura, melhorando o conforto para minhas pedaladas e também o desempenho nos meus treinos.

Curti muito a Bike Fit! O Adolfo é um experiente profissional que procura, antes de tudo, saber o motivo de você fazer o bike fit, procura ver algum detalhe físico do atleta que possa interferir nos ajustes, explica de forma clara o que está fazendo, dá dicas bem legais e faz o bike fit de forma bem profissional! 

Na minha opinião, o Bike Fit deveria ser feito por todo ciclista, principalmente por aqueles que curtem pedalar muito e/ou competirem, para melhorar a postura, pedalar com mais conforto e sem qualquer tipo de dor! Cicloturistas e competidores são potenciais candidatos! :)

Contacte o Adolfo Perdigão (neste link ou via fone: 48 9808-8108), converse com ele, faça um Bike Fit e se surpreenda positivamente com os ótimos resultados obtidos!

Para mais detalhes de como foi o Bike Fit, veja abaixo.

LOCAL

Para começar, uma ótima impressão: o local onde ele atende é muito bem localizado, em Jurerê Internacional, com local para quem for de carro poder estacionar, próximo à praia e que possui ruas próximas para testar, na hora, o resultado do Bike Fit. 

A sala onde o bike fit é feito é bem ampla, reservada exclusivamente para esta finalidade, deixando o ciclista à vontade, climatizada e com os equipamentos necessários para se fazer os ajustes:
. Ferramentas para ajustar a bike, 
. Equipamento onde a bike é colocada;
. Sensor que detecta e transmite os movimentos para computadores que processam os resultados;
. Monitores: onde o ciclista pode acompanhar a pedalada e o profissional os resultados e
. Equipamentos de suporte (ar condicionado, bebedouro, maca, entre outros)


PRÉ TESTE (PEDALADA)

Inicialmente, o profissional verifica alguns aspectos do ciclista: se existem diferenças significativas entre o tamanho das pernas, a curvatura da coluna em uma posição de apoio e a flexibilidade. No meu caso aconselhou a melhorar a flexibilidade. 

Logo em seguida, conversa com o biker para saber qual o objetivo do mesmo em relação ao bike fit, se pretende disputar alguma competição e quais são, pergunta sobre cirurgias relevantes que tenha feito e faz anotações para ter um histórico. Fiquei classificado como um biker intermediário, com pedalada entre recreacional e profissional (Recreational Serious).


TESTE (PEDALADA)

Após a bike ter sido posicionada, ele teve que fazer uma adaptação em meu tênis para que o teste funcionasse, pois eu estava sem sapatilha. Segundo ele, para o teste ser mais correto, é necessário que seu pé esteja preso (clipado), para que os parâmetros fiquem mais precisos. No meu caso ele prendeu o pé direito usando fita crepe.

O teste consistia em pedalar num ritmo constante e, se possível, entre 80 e 100 rpm (o rpm era informado na tela). Com isso os sensores repassavam as informações para o computador onde o Adolfo verificava os valores.



Quando era detectada alguma necessidade de correção, o Adolfo interrompia a pedalada, fazia os ajustes necessários e pedia para voltar a pedalar, com o intuito de verificar se a correção havia ficado conforme o esperado.


AJUSTES

No meu caso foram apenas alguns:
. Nivelamento do selim que estava inclinado levemente para cima;
. Altura do selim: mesmo usando o canote para levantar o selim alguns milímetros além da marca de segurança, ainda ficou faltando aumentar um pouquinho mais ou, neste caso, trocar por um canote mais alto;
. Posição das manetes de freio e troca de marchas: foram posicionadas para permitir um maior conforto das mãos e
. Detectou que havia uma pequena folga no cubo central da roda traseira da bike.


RESULTADOS

Mesmo com as poucas alterações efetuadas, o resultado foi perceptível à olho nu e já saí de lá com uma postura melhor.

Segundo o Adolfo, os resultados são mais perceptíveis após uns 25 a 60 dias, quando o corpo já se acostumou com a nova postura. Por isso é necessário se programar com uma certa antecedência, para que você aproveite da melhor forma os resultados do bike fit.


DICAS

. Usar uma sapatilha para fazer o bike fit clipado;
. Se for fazer para participar de uma competição ou desafio de longa distância, procure fazer entre 25 e 60 dias com antecedência.
. Reserve pelo menos 2 horas para o bike fit.


Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário