Biketech Floripa

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Ciclovias reduzem congestionamentos e aumentam velocidade dos carros em Nova York

Fonte: Vá de Bike

Uma das reclamações dos motoristas de São Paulo em relação à construção de ciclovias é o aumento de congestionamentos. Mas o que nos diz a experiência de Nova York, onde o investimento na construção de ciclovias tem sido constante desde 2007, atraindo cada vez mais bicicletas para as ruas?


Para avaliar o impacto do aumento de infraestrutura cicloviária no tráfego dos demais veículos da cidade, o Departamento de Transportes de Nova York realizou um levantamento e verificou um benefício curioso: em diversas avenidas de Manhattan, as ciclovias colaboraram para aumentar a velocidade dos veículos.

Ou seja, as ciclovias não pioraram os congestionamentos. Ao contrário, colaboraram para aliviá-los, com um aumento na velocidade média dos automóveis.

E como isso aconteceu?

A primeira ideia é que a quantidade de carros teria diminuído, com a troca pela bicicleta. Mas se isso ocorreu, foi de forma bastante sutil: na Columbus, onde o tempo das viagens aumentou 35% no horário de pico, o Departamento de Transportes fez uma contagem de carros e percebeu uma queda muito pequena no volume total de carros no rush da manhã. Em vez da diminuição de viagens motorizadas, parecem ser outros dois os principais motivos.

Um deles é o de que, ao criar as ciclovias, as faixas de carro na maioria dos casos não foram eliminadas, apenas estreitadas. A segunda causa está ligada à primeira: ao diminuir a largura das faixas, foi possível redesenhá-las, especialmente para a criação de áreas de espera à esquerda, o que não trava o trânsito e torna o uso de bicicletas mais seguro.

Segundo o estudo, a construção dessas faixas de espera para conversão não tiveram como motivação o aumento na velocidade, mas foram desenhadas para permitir que bicicletas e veículos a motor coexistissem com mais segurança. Os cruzamentos com essa estrutura possuem sinalização específica, que alterna a preferência de passagem entre bicicletas e carros.

Além de melhorar o fluxo dos automóveis, essa solução técnica colaborou para que fosse reduzido em 17% o número de acidentes com lesões desde que as ciclovias foram construídas. Lesões em pedestres caíram 22% e em ciclistas 2%. Apesar da redução pequena em relação às bicicletas, é preciso considerar o aumento no volume de circulação de bikes: segundo o relatório, o aumento na circulação de bicicletas aumenta a segurança de quem pedala.

A construção de ciclovias em Nova York permitiu um melhor aproveitamento do viário, tendo como consequências a redução dos congestionamentos e um aumento na segurança de ciclistas e pedestres.

0 comentários:

Postar um comentário