Biketech Floripa

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Confira alimentos que retardam a digestão e podem atrapalhar o rendimento nos treinamentos

Fonte: Prologo

Frituras devem ser evitadas
Com a aproximação da época mais quente do ano, os cuidados com a nutrição e hidratação devem aumentar. Em especial os atletas, que devem ficar atentos com os alimentos que podem ser prejudiciais em dias de temperatura alta, como os muito calóricos ou os que atrapalham a digestão, conforme explica a nutricionista da Probiótica, Paula Fontes.

Alimentos de alta densidade calórica e pobre em nutrientes devem ser evitados, pois uma oferta de calorias vazias (sem nutrientes), em sua maioria são provenientes de alimentos ricos em gordura e açúcar”, diz Paula , que completa.

Alimentos ricos em gordura e açúcar retardam a digestão de forma negativa para o organismo

E não é apenas o retardo da digestão que alimentos ricos em gordura atrapalham. De acordo com a nutricionista, este tipo de alimentação também pode causar alguma intolerância gástrica caso seja muito consumido.

Na maioria dos casos a indigestão está relacionada ao estilo de vida ou aos hábitos alimentares inadequados. Alimentos ricos em gordura, o consumo de refrigerantes, alimentos muito condimentados e álcool são alguns exemplos de alimentos que podem interferir de forma negativa no momento da digestão”.

Mas existe alguma regra para saber se alguma alimento possui digestão rápida ou lenta? Uma dica a se lembrar é que os alimentos sólidos, quando comparados a preparações líquidas, tendem a demorar mais tempo para serem digeridos.

Já é sabido que alimentos sólidos quando comparados a preparações liquidas tendem a demorar mais tempo para serem digeridos. Em alguns momentos como o pré e o pós treino, a absorção/digestão dos alimentos é de extrema importância. Por esse motivo a indústria de suplementos vem ganhado mais espaço a cada dia, por oferecer “ alimentos “ de maneira prática e instantânea para esses momentos. Onde o tempo de digestão/absorção estão totalmente ligados com a melhora da performance e o alcance do objetivo”.

Mas dependendo da dieta do atleta, uma digestão mais lenta também pode ser importante, principalmente se o objetivo for prolongar a saciedade. No caso, ela precisa estar adequada aos horários de treinos para que não atrapalhe o desempenho.

Alimentos ricos em fibras também retardam a digestão, mas nesse caso refletindo positivamente para o organismo. Essa ingestão deve estar adequada principalmente aos horários dos treinos para não atrapalhar o desempenho. Frutas, legumes e verduras são os grupos de alimentos ricos em fibras. As fibras tem papel importante na digestão, pois prologam o tempo de digestão e esvaziamento gástrico, levam um tempo maior para serem digeridas proporcionando assim mais saciedade. A quantidade diária recomendada de fibras é de 25 a 30g”, finaliza Paula que lembra que o mais importante, independente da época do ano, é o equilíbrio na alimentação.

A alimentação equilibrada deve estar presente na rotina da população independente do clima ou estação do ano. Em dias mais quentes uma refeição mais leve é a mais indicada”.
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário