Biketech Floripa

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Incentivo ao uso da bicicleta como alternativa de transporte 
é uma das bandeiras de Ângela Albino, 
junto com a isenção de IPI para bicicletas e acessórios

Como deputada federal, ela trabalhará pela isenção do IPI e por projetos de aumento de ciclovias e ciclofaixas no Brasil

 
Deputada Estadual Ângela Albino (mais ao fundo)
se preparando para participar da Pedalada do Bigode
em prol da ciclovia na SC-405 em 26/11/2011
        Os desafios de mobilidade de regiões metropolitanas como Florianópolis estão na agenda de Ângela Albino (PCdoB), candidata à Câmara dos Deputados. Como deputada estadual, ela defendeu a inclusão da bicicleta e suas peças na lista de itens isentos de (IPI) Imposto sobre Produtos Industrializados como uma das formas de incentivar o uso da bike como alternativa de transporte nas capitais e cidades maiores. Na Assembleia Legislativa apresentou, em março, moção de apoio à emenda à Medida Provisória 638/2014, que tratava do assunto.

Como congressista pretende apresentar proposta com o objetivo de estimular o ciclismo no Brasil e fazer com que os brasileiros troquem os automóveis pela bicicleta nos municípios brasileiros onde isso é possível. Em Brasília, Albino trabalhará também para que o governo federal elabore projetos que estimulem os administradores municipais a ampliarem os quilômetros de ciclovias e ciclofaixas.  “Além de melhorias no transporte coletivo, lutarei como deputada federal por alternativas eficientes de locomoção que diminuam o estresse dos trabalhadores que perdem horas do seu dia em engarrafamentos nas grandes cidades” garante.

Proposta – Além da isenção do IPI para bicicleta e peças, Angela Albino (PCdoB) apresentará na Câmara dos Deputados proposta para incentivar o uso do veículo no Brasil. “Serei uma defensora no Congresso de projetos que estimulem a bicicleta como meio de transporte, protejam os ciclistas e contribuam para que a pedalada faça cada vez mais parte da rotina dos brasileiros”, enfatiza.


Categories:

3 comentários:

  1. Ciclovias com os devidos acessos, urgente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Precisamos de representantes que enxerguem a bike como um verdadeiro meio de transporte e consiga disponibilizar mais infra estrutura cicloviária.

      A isenção de IPI é outro fator q ajudará muito quem usa bike!

      Excluir
    2. Com certeza ajudará. O que me preocupa é o estímulo ao consumo desenfreado de bikes que não terão onde circular (ciclovias), estacionar (bibicletários) e principalmente serem respeitados por motoristas (educação básica).
      A falta de estrutura não está apenas no concreto, mas nos discursos...
      Ainda assim, a iniciativa tem o meu apoio.
      CicloAbraços!

      Excluir