Biketech Floripa

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

CICLISMO BRASILEIRO ENCERRA PARTICIPAÇÃO NOS JOGOS OLÍMPICOS DA JUVENTUDE

A equipe de ciclismo brasileira encerrou a sua participação nas Olimpíadas Mundiais da Juventude na manhã deste domingo, dia 24 de agosto, competindo a última prova da programação do Evento, o Team Relay.

Esta prova, Team Relay, tem um formato não muito conhecido pelos ciclistas brasileiros, mas mesmo assim os nossos atletas conseguiram se superar e terminar a competição com a 9ª colocação entre 32 equipes participantes.

A prova é realizada através da participação de equipes formadas com 4 ciclistas, sendo 2 femininos e 2 masculinos.

A prova tem o seu início com a participação de uma ciclista feminina percorrendo uma volta no percurso do Cross Country. No final da sua volta, esta ciclista deve tocar o seu companheiro, neste caso um ciclista masculino, para que o mesmo inicie a sua prova percorrendo igualmente uma volta no percurso do Cross Country. 

Assim que este ciclista completar a sua volta, o mesmo deverá tocar o seu companheiro (masculino) para que este possa iniciar o seu percurso, que neste momento passa a ser uma volta no trajeto do contra-relógio. Tão logo o terceiro membro da equipe termine a sua volta, o mesmo deverá tocar a sua companheira (feminina) para que a mesma complete a participação da equipe percorrendo uma volta no percurso do contra-relógio.

No final vence a equipe que completar todos os percursos na primeira colocação.
E foi assim que aconteceu.

Brasil com a 9ª colocação entre os 32 países participantes.

"Avaliamos como positiva a nossa participação nesta Olimpíada Mundial da Juventude. Terminamos a nossa participação com uma prova dentro do esperado, visto que tínhamos somente ciclistas de estrada e os mesmos tiveram que se superar, o que realmente aconteceu. Na prova que era a nossa especialidade, fomos o destaque do Evento, vencendo no feminino e terminando com a 3ª colocação no masculino, demonstrando que o Brasil não é mais coadjuvante nesta disciplina do ciclismo mundial. Ainda conquistamos um ótimo 6º lugar no contra-relógio individual, resultado este que poderia ter sido melhor, se não tivéssemos tido um inconveniente no momento da largada do André Gohr, que teve o seu pé esquerdo desencaixando do pedal, fazendo com que o mesmo perdesse segundos preciosos. Todos estão de parabéns, pois representaram dignamente a bandeira nacional", palavras de Eduardo H. Gohr - Técnico da Seleção Brasileira de Ciclismo nesta competição.

Att.
Eduardo H. Gohr 

Categories:

0 comentários:

Postar um comentário