Biketech Floripa

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Segue abaixo notícia para quem se interessar em cicloturismo na Europa. 

CicloAbraços!



Viajar pela Europa de bicicleta é algo muito mais comum do que se possa imaginar. Para facilitar e deixar essa atividade ainda mais segura, foi criada a EuroVelo, uma rede que conecta as melhores rotas cicloturísticas do continente.

O projeto conta com o apoio da União Europeia e apresenta os mais diferentes tipos de rotas, que passam por 42 países. A ferramenta funciona da seguinte forma: o site oficial do projeto disponibiliza os mapas, que indicam mais do que o caminho, eles dão informações úteis sobre o perfil do trajeto, pontos turísticos, nível de dificuldade e até mesmo sugestões de hospedagem.

A maior parte das rotas cicloturísticas já existe organizada pelos próprios países, mas o EuroVelo se compromete em interliga-las. Dessa forma, a organização trabalha para oficializar as rotas, incluir sinalizações e estimular a criação de novas estruturas. Isso não significa que serão criadas faixas exclusivas para bicicletas nas estradas, mas sim que os ciclistas terão mais informações sobre os caminhos mais seguros e também terão mais suporte das autoridades locais.

A expectativa é de que até 2020, quando o projeto será finalizado, o continente já tenha 70 mil quilômetros de rotas cicloturísticas interligadas. São 14 roteiros de longa distância, dos quais o mais longo é o Iron Curtain Trail, um percurso com 10.400 km de extensão, que passa por 20 países. Quem decide viajar por este trajeto conhece 14 patrimônios da Unesco e passa por três mares importantes do continente europeu.

As viagens indicadas pelo EuroVelo podem ser feitas em um dia ou em três meses, dependendo do roteiro escolhido. A aventura também pode satisfazer um ciclista com muita experiência e preparo físico ou ser adequada para uma viagem em família. O mais importante é a possibilidade de conhecer 42 países apenas pedalando uma bicicleta.

. Fonte: Ciclo Vivo
. Sugerida pela biker: Thais Safe

Categories:

2 comentários:

  1. Uma boa ideia que deve ser pensada para o nosso país continental.
    ;)
    Naiara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Concordo com vc Naiara. Aqui, ao invés de 42 países, teríamos os estados e também o DF. Uma área imensa para se pedalar e conhecer!

      CicloAbraços! :)

      Excluir