Biketech Floripa

terça-feira, 29 de julho de 2014

Fonte: ND Online


Prova de ciclismo reúne cerca de 200 atletas em São Pedro de Alcântara

Percorrendo trilhas, estradas de terra, matas e riachos, cerca de 200 atletas participaram da quarta edição da Fuga de São Pedro de Alcântara, prova ciclística de mountain bike realizada na manhã de domingo (27) na cidade da Grande Florianópolis. Aliando técnica e resistência, os atletas encararam o frio, subidas e descidas de morros para finalizar a prova que movimentou a cidade.

A competição foi dividida em três grandes categorias. Os atletas mais experientes fizeram o percurso de 55 quilômetros, seguidos pela prova de 42 quilômetros e a de 26 quilômetros, que possuía menos trilhas. Cada categoria ainda foi dividida pela faixa etária, pelo sexo dos competidores e na categoria “Elite”, que contemplava os atletas profissionais.


Valmor Hausmann, de 31 anos, por exemplo, pedala há 14 anos, está no top 10 do ranking no Campeonato Brasileiro de XCO e subiu ao pódio pela terceira vez na Fuga de São Pedro de Alcântara. Natural de Blumenau, neste ano Valmor conquistou o primeiro lugar na categoria 42 quilômetros com 1h39 de trajeto. “Foi bem divertido, é bacana o contato com a natureza e com pessoas de diferentes idades, além, é claro, da adrenalina grande que a gente sente durante a prova”, disse ele.

Valmor é treinado por Rafaella Della Giustina, de 33 anos, que também competiu na prova, e faz treinamento de atletas profissionais e amadores. Mestre em biodinâmica do movimento humano, Rafaella faz o preparo físico e técnico, que geralmente treinam de cinco a seis vezes por semana. “Essa prova misturou trechos de asfalto, terra e trilhas, em que alguns lugares era preciso mais técnica, força ou velocidade”, explica ela.

Segundo Rafaella, o ciclismo é um esporte que integra as pessoas, proporciona um grande contato com a natureza e demanda muita determinação, foco e preparo para competir. “É um esporte fascinante, e provas como essa são boas pois misturam atletas profissionais e amadores no mesmo local”, avalia Rafaella.
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário