Biketech Floripa

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Urubici (SC) escolhida para sede da segunda etapa do 
Shimano Brasil Enduro Series
Prova na cidade, considerada uma das mais frias do País, 
será realizada entre os dias 8 e 10 de agosto



Os principais ciclistas de Enduro, união de duas vertentes do Mountain Bike, o Cross Country (XC) e o Downhill (DHI), retornando às origens do esporte, com grandes deslocamentos em terrenos desafiadores e pouco explorados, podem se preparar para enfrentar o frio. Entre os dias 8 e 10 de agosto, durante o período mais frio do ano no País, a cidade de Urubici (SC) vai receber a segunda etapa do Shimano Brasil Enduro Series. A primeira competição de Enduro MTB com abrangência nacional começou em maio, em Itaipava (RJ) e terá encerramento no estado de São Paulo, dias 1º e 2 de novembro.

Foto: Jonatha Jünge

"É com muita satisfação que anunciamos Urubici como sede da segunda etapa do Shimano Brasil Enduro Series. O local é presenteado pela natureza com uma visão cativante e uma paisagem deslumbrante. A cidade tem cerca de 11 mil habitantes e respira aventura. É a mais fria do País, tendo registrado em 1996 a temperatura de 17 graus negativos", destaca Daniel Bender, organizador do Shimano BES. "O município foi escolhido a dedo para a segunda etapa. Com a proximidade do Rio Grande do Sul, teremos novos atletas da região Sul. Santa Catarina sempre foi um celeiro de atletas do Mountain Bike e do ciclismo do Brasil. O Enduro tinha que ocupar esse espaço", completa Bender, natural de São Bento do Sul.

Assim como na abertura em Itaipava, a prova será composta por três estágios distintos, todos cronometrados, com três deslocamentos oficiais. Os percursos do Shimano BES serão, na maioria, realizados em descida, além de partes de plano e subida (esses não devem exceder 25% do percurso). Esses trechos serão cronometrados. Os deslocamentos para cada estágio serão em subida e terão de ser feitos em um tempo mínimo pré-determinado. "Os atletas poderão esperar por uma prova em uma das regiões mais bonitas de Santa Catarina. Uma etapa em baixa temperatura, com deslocamentos difíceis e especiais super divertidas. Serão três especiais, também chamadas de estágios, levantadas em março", revela Daniel Bender.

"A primeira especial (E1), com 3,8 km, tem um pouco de pedal no começo e depois entra em um single track bem inclinado. Em seguida vem uma mistura de Downhill e no final, um slalom num pasto irado. A segunda especial (E2) tem 3 km e é a parte mais característica de DHI. No começo, são muitas pedras em estradão e depois single track com pedal e no final mais uma sessão de DHI. A terceira e última especial (E3), tem 2,5 km e passa por pasto, mata fechada, plantação de pinus e de eucalipto, e na minha opinião é a mais divertida", conclui Bender.


Mais informações

. Site http://www.brasilenduroseries.com.br/
. Fanpage no Facebook: https://www.facebook.com/brasilenduroseries

Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário