Biketech Floripa

terça-feira, 1 de abril de 2014

Mapa interativo com melhores rotas para bicicleta 
ganha prêmio em maratona hacker da CET-SP
FonteVá de Bike

Será que conseguimos criar um mapa destes para Floripa ?

No final de semana dos dias 23 e 24 de março, a capital paulista foi palco da I Hackatona, maratona hacker proposta pela CET/SP (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo) com o objetivo de reunir desenvolvedores de softwares para pensar e executar aplicativos capazes de melhorar a mobilidade urbana de quem vive em São Paulo.

Destaque para a bicicleta

Um dos destaques do evento foi a participação da equipe “BEM OK”, que desenvolveu o aplicativo Bicidade, com rotas para ciclistas, e conquistou o segundo lugar. A equipe é formada por Tiago Fassoni, Tatyana Zabanova e Tiago Barufi, todos usuários de bicicleta. Isso demonstra a necessidade real e urgente de incluir a bike no sistema de transportes da cidade e pensar políticas de promoção ao seu uso seguro pelos cidadãos.

A ideia do aplicativo é achar os melhores caminhos para o ciclista levando em consideração, entre outros fatores, pontos de interesse e a altimetria das ruas, ou seja, na hora de traçar uma rota, o sistema vai privilegiar caminhos planos, que considerem menor grau de esforço do ciclista”, explicou Tiago Barufi ao Vá de Bike. O programador também contou como desenvolveram o projeto: ”pegamos o mapa das ciclorrotas da cidade, juntamos com o mapa topográfico e atribuímos uma declividade para cada segmento. O grau de dificuldade de cada subida se baseia na experiência pessoal da equipe, mas isso pode mudar”.

Há muito tempo eu sonhava em ver um aplicativo que levasse em consideração a altimetria de um percurso”, conta Barufi. “Já tinha ouvido falar em algo similar em outros países, mas nunca aqui no Brasil. A ideia é facilitar a vida de quem usa a própria energia para se deslocar, propor melhores rotas para conhecer a cidade e ir a lugares desconhecidos”.

Sobre a segunda colocação, o programador é enfático: “Os ‘malucos da bicicleta’ não poderiam ganhar um primeiro lugar numa sociedade que prioriza o uso do carro, mas de qualquer forma estamos cada dia mais bem representados na cidade. Estou muito feliz”.


Categories: ,

2 comentários:

  1. “A ideia do aplicativo é achar os melhores caminhos para o ciclista levando em consideração, entre outros fatores, pontos de interesse e a altimetria das ruas, ou seja, na hora de traçar uma rota, o sistema vai privilegiar caminhos planos, que considerem menor grau de esforço do ciclista” Seria legal se também considerassem o fator 'ruas seguras' não somente de carros, mas de zonas de assaltos...
    São grãos de areia num deserto, mas tem gente se mobilizando. Ainda bem!
    CicloAbraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimas contribuições! Se considerarmos q foi feito em 2 dias, certamente ainda tem a melhorar, mas não deixa de ser uma ideia muito legal e útil! :)

      Excluir