Biketech Floripa

sexta-feira, 7 de junho de 2013


Publicado por Marcio May - Fonte: site Ciclista Marcio May


Quem já participou de alguma competição, certamente já passou por isso. Um frio na barriga, suor nas mãos, boca seca, coração acelerado. Estes são alguns dos sintomas da tensão pré-competição.

Estas sensações são normais antes das provas e alguns atletas sentem com maior ou menor intensidade. Sentimos isso porque não sabemos o que vai acontecer e o maior medo é de não conseguir o resultado esperado.

É importante saber controlar a ansiedade para que o resultado de meses de preparação não vá por água abaixo.  Alguns atletas quando estão sobre pressão, tem seu rendimento diminuído. No meio do ciclismo, nós chamamos de “campeões de treino”, aqueles que andam muito forte nos treinamentos, mas quando chega a hora de competir, não conseguem superar a ansiedade.

No meu caso, a ansiedade era maior em competições muito curtas, exemplo eram as provas de velódromo ou circuitos curtos onde uma boa largada era fundamental. Nas competições mais longas, não tinha esse problema, pois como a prova sai em um ritmo mais tranquilo, eu conseguia dominar melhor essa ansiedade.

Precisamos saber como controlar a ansiedade para o nível certo que permita o desempenho ideal, afinal estar relaxado demais ou agitado demais pode atrapalhar o rendimento.

Atletas profissionais conseguem controlar melhor a ansiedade porque treinam mais e se preparam mais para os objetivos e como competem muito, ficam habituados com a situação. Quanto maior a confiança nos treinos realizados, menor será a ansiedade na hora da prova.

Quando o atleta está muito agitado ou nervoso, antes de uma competição, ele precisa de técnicas para diminuir sua ansiedade, ou seja, técnicas de relaxamento que incluem exercícios de respiração, relaxamento progressivo e outros. Exercícios de respiração ajudam o atleta a respirar de forma pausada e ritmada, utilizando todo o seu pulmão.

Isso faz com que sua frequência cardíaca se estabilize e ele relaxe. Por exemplo, se você levantar os seus ombros agora e tentar respirar verá que sua respiração ficará mais curta e acelerada. Se você mantiver essa posição por algum tempo perceberá que sua frequência cardíaca vai aumentar e você vai se sentir mais ansioso e tenso. Isso acontece porque esta posição faz com que você utilize apenas a parte superior dos seus pulmões. Ao contrário, se você colocar a mão no seu estômago e cada vez que respirar fazer com que sua barriga e peito se encham de ar você vai se sentir mais calmo e relaxado. Isso acontece porque você esta usando todo o pulmão, o que melhora a oxigenação do sangue, estabiliza a frequência cardíaca e causa uma sensação de relaxamento.

O relaxamento progressivo, outra técnica de relaxamento, onde o atleta contrai e relaxa grupos musculares separadamente e sequencialmente torna o estado de relaxamento (e tensão muscular) mais evidente. Ajudando-o assim a conscientemente relaxar os seus músculos. Tanto os exercícios de respiração quando o relaxamento progressivo são técnicas que devem ser inicialmente supervisionadas por um especialista e praticadas para atingir resultado mais eficiente.

Durante os treinamentos você pode ir mentalizando como será o dia da prova, como você quer que seja o seu desempenho e treine para isso, mas estabeleça um objetivo atingível e também motivador.

Outra dica que ajuda é deixar tudo pronto na véspera da prova, deixe a sua bike regulada e testada, roupa, sapatilha, capacete, número e abastecimento separados. Assim você pode ir dormir mais tranquilo, pois está tudo pronto.

Depois é só dar a largada e começar a fazer força para que tudo comece a entrar no ritmo e o nervosismo vai passando aos poucos.

Relaxe e boas provas!

0 comentários:

Postar um comentário