Biketech Floripa

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sobre o vídeo da Reportagem Mulheres Ciclistas (clique aqui), segue um comentário feito por um biker que há vários anos curte os prazeres da bicicleta: como meio de transporte, participando de competições, em passeios, em trilhas... Ele passa várias dicas muito interessantes, que enriquecem a reportagem.

Apreciem e utilizem sem moderação! :)


"É muito legal este vídeo !!!!

Mostra que é possível, para quem não é atleta, para quem não é sarado, para quem não têm preguiça ...

Cidade grande ??? Trânsito complicado, louco ???

Melhor ainda ...

Têm-se que considerar que não é vantajoso, nem seguro, sair pelas grandes avenidas pelos mesmos caminhos que os carros/ônibus e outros veículos normalmente vão.

A vantagem, e bota segurança nisto, é ir pelas ruas mais estreitas, menos movimentadas, dos bairros, que são ruim para os carros, devido à "falta de espaço" e mais cruzamentos, mas ótimas para quem vai a pé ou de bike. Existem várias opções (rotas cicláveis) para ir de um lugar a outro pedalando, e cabe ao ciclista achar a que seja melhor, mesmo que não seja a mais curta.

Para não dizer que não avisei, vou listar, de cabeça, algumas vantagens:

1. Tempo, a bicicleta, em trajetos de aproximadamente 10 km, costumam ser mais rápidas que quase todas as outras formas de deslocamento;

2. Economia, com o combustível, com manutenção, com estacionamento, com multa e vários gastos, altos, associados com a simples retirada do carro da garagem;

3. Saúde, 30 minutos (15 + 15) de pedalada são suficientes para se manter a forma, além de que, o exercício feito, deixa a pessoa de astral muito melhor, além de eliminar a necessidade da academia;

4. Socialização, pedalando você conhece, sem a casca de lata, as pessoas, as ruas da cidade, faz amizades, encontra grupos que curtem o estilo;

5. meio ambiente, sua contribuição pela preservação dos recursos e diminuição da poluição, sonora, e a provocada pela queima de combustível fóssil (um dos maiores causadores do efeito estufa);

6. Relaxante, nada mais estressante do que ficar preso num congestionamento. Isto não existe para quem pedala em locais apropriados para a prática. Pedalar no meio dos carros não é lá muito relaxante, porque a atenção têm que ser grande, mas o prazer de passar por entre carros parados, e você indo, indo, indo, não têm preço;

7. Sensação de liberdade, ao sentir o prazer de escolher seus caminhos, seu ritmo, sentir o vento no rosto, a velocidade ditada pela energia que você produz.

Bom, mas realmente nem tudo são flores. O ciclista urbano têm que ter seus cuidados, preparações, dicas, orientações.

Aqui é um local onde você pode ler mais sobre isto, com ótimas dicas."


Abraços,

Marcos
Brasília/DF

0 comentários:

Postar um comentário