Biketech Floripa

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

O ciclismo é uma modalidade que tem crescido bastante e ganhando cada vez mais adeptos dentro das assessorias esportivas. Muitas pessoas têm se interessado bastante e começado a pedalar, por prazer, por variação de estímulos na atividade física, por querer utilizar outra forma de treino para beneficiar-se na corrida, etc.

Mas quais são os benefícios reais do ciclismo? Quais são os cuidados e os riscos?

Essa modalidade é indicada para todas as pessoas, de todas as idades e com qualquer nível de condicionamento físico. É uma atividade que apresenta uma menor sobrecarga nas articulações, se comparada à corrida ou caminhada, diminuindo principalmente a carga sobre a articulação do joelho e da coluna. É uma forma de diminuir o estresse do dia-a-dia, pois há liberação de endorfina e adrenalina que aumentam a sensação de bem-estar. Além disso, é uma forma de treinamento interessante para diversos grupos musculares, que veremos a seguir.

Com a prática da pedalada, por 30 minutos, por exemplo, aumentos significativos na capacidade aeróbica já poderão ser observados após algumas semanas de treinamento. Além disso, ocorrerá também um acréscimo no metabolismo das gorduras, o que além de ajudar na prática do ciclismo, também será importante na corrida.

Seguem abaixo dicas importantes:

- Benefícios da Atividade Física (ciclismo):
  • Melhora do condicionamento físico, dos sistemas cardíaco, respiratório e vascular.
  • O ciclista ganha resistência muscular nas pernas.
  • Gasto calórico alto - de até 600 Kcal/hora.
  • Auxilia na eliminação de gorduras localizadas.
  • Excelente atividade aeróbica e anaeróbica.
  • Reduz o estresse.
- Riscos/Cuidados no Ciclismo:
  • É preciso ter consciência de sua capacidade física. Por exemplo, para encarar subidas deve-se estar bem preparado.
  • O uso de capacetes é fundamental, para evitar bater a cabeça, em uma eventual queda.
  • Há riscos de cortes, torções e fraturas nas pernas e nos braços, em quedas.
- Grupamentos Musculares Utilizados no Ciclismo:
  • Quadríceps
  • Glúteos
  • Abdômen
  • Panturrilha
  • Lombar

É importante saber dosar essa atividade, aumentando gradativamente a intensidade e o volume dos treinos, dando importância aos sinais de seu organismo, como dores, desconfortos, cansaço excessivo, para não sobrecarregar a musculatura e acabar se desmotivando com a atividade.

Outra dica importante é não se descuidar dos equipamentos de proteção como luzes, farol (caso pedale à noite), capacete, luvas, roupas apropriadas, hidratação com squizes próprios para a bike, etc.

O ciclismo, além de ser uma forma de treinamento físico diferente da corrida e da caminhada, ainda oferece diversos benefícios à saúde e à mente. É uma atividade prazerosa e pode ser praticada por qualquer pessoa. Pratique você também!

Por Bruno Fontanelli


Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário